Palestras Católicas

Método de Billings

Posted in Método de Billings by irmãzinha on 20/02/2009
View this document on Scribd

Para baixar a projeção de slides acima chamada  O Método de Billings, clique em método_de_billings.

O Método de Ovulação Billings (MOB) possui 99% de eficácia para espaçar gestações. É simples, de eficácia comprovada pela Organização Mundial da Saúde e barato. Vários países aplicam-no em grande escala como a Austrália e a Polônia que é um exemplo Pró-Vida para o mundo (veja aqui).

A chave de compreensão do MOB está no muco cervical produzido naturalmente pela mulher que indica, através da sensação (ou seja, sem exames internos), quando ela está fértil ou infértil, por isso mulheres solteiras podem utilizá-lo para conhecimento de fertilidade. A inspeção direta do muco deve ocorrer principalmente pela visibilidade, observando aparência e cor, o mais importante é o registro diário da sensação.

A primeira preocupação da mulher convidada a utilizar o MOB é identificar o seu PBI (Padrão Básico de Infertilidade). Antes do início do período fértil, a mulher, normalmente, apresenta um PBI que pode ser de secura ou fluxo constante (ou um tipo comumente encontrado em ciclos com mais de 35 dias, o PBI combinado).   Se o PBI for de fluxo constante, a usuária deve observar essa fase  durante três ciclos para  ter certeza de qual é o seu PBI individual, além do mais, esse tipo de cautela faz com que a mulher,  que apresenta PBI de fluxo constante, assegure-se do momento de permuta da sensação e consequente entrada no período fértil;  após essa verificação, ela poderá aplicar, se casada, a regra dos primeiros dias, caso queira espaçar a gravidez. Se o PBI for de secura, a usuária casada, no ciclo seguinte, já poderá aplicar a regra dos primeiros dias que  é de relações sexuais em noites alternadas:

As Regras dos Primeiros Dias, aplicadas ao padrão básico de infertilidade, proporcionam segurança no Método de Ovulação Billings, e asseguram o reconhecimento do retorno da fertilidade, no caso de ovulação atrasada  devido a qualquer causa.

Por que à noite? Porque durante o dia ela precisa verificar se ocorre alguma mudança no PBI; a qual, sucedendo-se, indica fertilidade e pede abstinência; se não, ou seja, PBI constante, indica que poderá ter relações à noite.

Por que alternada: dia sim, dia não? Porque a mulher que teve relação sexual na noite anterior (dia sim) com o marido (a eficácia do MOB depende de uma relação estável e a salvação da sua alma depende do fato desta relação estar abençoada por Deus através do Matrimônio), enfim, ela ficará com a sensação alterada e suas observações não serão seguras quanto à sua fertilidade (dia que será não):

Depois das relações, a descarga de líquido seminal desde a vagina pode durar até 24 horas e ser sentido como algo molhado na vulva.

Ela precisa, pois, ficar em abstinência para, no dia seguinte, após se observar durante todo o dia, analisar se poderá ou não ter relações sexuais à noite durante esse tempo de expectativa de fertilidade.

Quando começar o período fértil da mulher, que equivale ao dia de mudança do PBI, ou seja, mudança de sensação, ela precisa aplicar a regra de esperar, em abstinência, para ver o que acontece. Isso porque duas situações podem suceder-se : a primeira, é uma evolução gradual das sensações, dia após dia, até se atingir uma sensação de fertilidade máxima, chamada ápice, que, depois, regride drasticamente (ou de forma descendente); a segunda, é a presença de sensação ou muco que não evolui para um ápice, ou ainda sangramentos que não são decorrentes de menstruação. O segundo caso pede, portanto, que a usuária aguarde em abstinência até o seu PBI retornar, deve ainda esperar três dias em silêncio genital para observar se o PBI se mantém e, assim, em PBI, aplicar a regra das noites alternadas até se verificar  nova mudança que pede nova abstinência.

Identificado o dia ápice, o casal que necessita espaçar a gestação se abstem de relações sexuais até três dias depois do mesmo. Esse período fértil pode durar em torno de 6 a 8 dias, mas isso depende muito da fertilidade pessoal de cada mulher. A segunda preocupação daquelas que desejam utilizar o MOB é  identificar esse Dia Ápice.

Devido ao fato do muco ter a capacidade de dar sobrevida ao espermatozóide durante 3 a 5 dias, a abstinência deve começar quando ocorre mudança de PBI para uma sensação de fertilidade. Sem a presença desse muco, o espermatozóide não sobrevive mais que 2 horas no corpo da mulher . O dia ápice, quando a sensação de fertilidade é maior e que só pode ser identificado por retrospectiva – em comparação com os dias seguintes a ele – apenas indica que a ovulação está ocorrendo, ou se dará nas próximas 24 ou 48h. No entretanto, se ela teve relações sexuais poucos dias antes  dessa  ovulação, o espermatozóide pode estar em seu organismo, conservado com vida devido ao ambiente propício do muco, e acabar fecundando o óvulo, fazendo com que ela vire, a partir desse instante, mamãe: a abstinência, portanto,  começa bem antes da ovulação (com o fim do período de PBI) e vai até três dias depois do Dia Ápice, assim, neste último caso, há tempo do óvulo se desintegrar, pois a sobrevida dele é de 24h, e a mulher se encontrará totalmente infértil. Sendo casada e querendo espaçar a gestação, as relações nesse período infértil   (que começa na manhã do quarto dia contado após o dia Ápice) estão disponíveis todos os dias, a qualquer hora, até  chegar a menstruação que também pede abstinência.

No período menstrual, o casal que segue as regras do MOB não mantém relações sexuais.  As variações no tamanho do ciclo menstrual de uma mulher ocorrem do dia em que a menstruação chega até o dia da ovulação (por exemplo, devido ao estresse). Do dia desta ovulação até a menstruação seguinte, o período tem uma constância que, normalmente, é  de 11, 12, 13, 14, 15 ou 16 dias (veja mais sobre isso aqui) . Logo, uma mulher que apresente, porventura, um ciclo menstrual curto pode significar que já esteja se preparando para ovular durante a menstruação. No entretanto, a sensação provocada pelo muco durante essa fase vai estar muito difícil de ser distinguida. E, se ela tiver relações  enquanto ocorre sangramento menstrual, pode, ainda assim engravidar. Por outro lado, relações durante o período de abundante sangramento  menstrual estão sendo associadas à patologia chamada endometriose, que causa infertilidade e diversos problemas ginecológicos para a saúde da mulher.

A questão da sensibilidade causada pelas variações do muco  é bem interessante. Sabemos que a região que produz o muco em uma mulher é mucosa (claro!). Outra região mucosa do nosso organismo é, por exemplo, a boca. Quando você está com sede, seu cérebro sente que a boca está seca. Mas se você pôr o dedo na boca, o que seu tato vai transmitir ao cérebro? Como toda mucosa, vai transmitir a sensação de  umidade. Na questão do método de Billings, ocorre o mesmo: o que a mulher sente é o que conta e não o que ela observa depois que se toca (isso confunde a interpretação). Exames internos são, portanto, desnecessários:

Não devem ser feitos exames internos, já que isso pode confundir. Uma pergunta de grande ajuda para uma mulher ansiosa é: como é que ela sabe quando vem sua menstruação. Ela admitirá, rapidamente, que sente e vê o sangramento quando chega à vulva. As observações de sensação e aparência serão aplicadas então a todas as demais observações que a mulher faz na vulva. Conforme os dias passam, ela reconhecerá seus padrões de fertilidade e infertilidade, de acordo com os padrões do muco.

Mas o que é esse muco? O muco tem consistência e aparência que varia com as mudanças de fertilidade:  pode ser espessa e opaca até chegar às características de uma clara de ovo cru,  é algo que existe nas mulheres, mas que elas só vão dá valor se prestarem atenção nele. É a mesma coisa que acontece com o dedo mindinho do pé. Por acaso, você sabe que ele está aí? Talvez você passe o dia inteiro sem pensar no pobre coitado dedo mindinho do pé, então, dê um mexidinha nele. Agora, você percebeu que ele existe, não é? Foi só pensar um pouco na sua existência. Com o muco é a mesma coisa, para usar o Método de Billings, a mulher pensará em seu muco durante o dia e, para não esquecer, pode colocar recados na porta da geladeira com uma grande interrogação ou no seu trabalho, ou na sua bolsa, ou na sua agenda para que não esqueça de pensar no muco (como na propaganda da calói de tempos atrás) e na sensação que lhe provoca para, assim, realizar um registro diário que serão as provas para se analisar como anda sua fertilidade.A Sensação é sempre mais importante do que a visibilidade do muco porque este pode não estar visível todas as vezes, mas sua sensação sempre pode ser registrada e nunca se deve esquecer de fazê-lo. A nova usuária Billings faz apenas o registro diário das suas características, de tudo o que sentiu durante o dia,  com suas palavras, quem interpreta é sua orientadora:

Um registro diário das observações feitas na vulva é essencial no Método de Ovulação Billings. O registro das características mais férteis, notadas durante o dia, se faz à noite. O primeiro registro, o qual se inicia imediatamente, é usualmente de 2-4 semanas de duração e se faz sem nenhum contato genital, para que as observações não sejam confundidas com nenhuma secreção devida às relações ou contato genital. O gráfico resultante proporciona informação ao casal e a oportunidade de comunicar-se e tomar decisões. A anotação diária é importante para recordar à mulher o sinal do muco, a cada dia. O registro dá valiosa informação para o casal decidir quando trarão ao mundo seu primeiro ou seguinte nenê.  A mulher deve observar o que SENTE na vulva, sem se tocar, procurando perceber se está:

- seca;

- molhada;

- escorregadia (oleosa, lubrificada).

À noite, antes de deitar-se, deve anotar o que percebeu durante o dia, escrevendo a data de anotação e  as observações do que sentiu.

Um modelo de gráfico, muito interessante é esse:

View this document on Scribd

Para baixar o modelo de gráfico acima e realizar suas observações diárias nele, clique em Gráfico outro modelo.

É importante salientar que o MOB é o meio de continência periódica mais eficaz que existe e, de fato, é o único dentre todos. As falhas da pílula (não tão pequenas assim, porque eles consideram o aborto um meio de contracepção contra toda lógica até de terminologia) são, muitas vezes, a morte de seres humanos inocentes na primeira semana de vida. Por outro lado, quando as regras do MOB são obedecidas, o casal que tenha razões para espaçar uma gestação atinge essa meta com tranquilidade de 98 a 99% de segurança.

Existe uma animação, muito didática, publicada pela ACI espanhola que pode ser vista se você clicar aqui (observei que o vídeo não está sendo reproduzido através do link, é necessário descarregá-lo no computador para vê-lo na íntegra através do endereço <<Así Funciona>>. É o primeiro item de “aspectos médicos”). Ela mostra a ação que pode ser anticoncepcinal ou abortiva da pílula do dia seguinte (RU 486) mas que, de qualquer forma, é o mesmo que pode acontecer com os filhos das  mulheres que fazem uso de pílulas  ditas “anticoncepcionais”.

Para maiores esclarecimentos, o Dr. John Billings nos informa, em linhas gerais, por que surgiu o MOB:

Não é raro que os casais experimentem algum problema sério, pelo qual evitar uma nova gravidez, ao menos durante um tempo, se converte em uma questão de responsabilidade, inclusive se poderia dizer, uma obrigação. Esta necessidade aumentou com a introdução da pílula anticonceptiva nos anos 60. Houve alguns médicos que imediatamente reconheceram que a idéia de suprimir ou ainda destruir o funcionamento normal de um sistema biológico fundamental do corpo humano, tarde ou cedo seguramente causaria sérias complicações. Este foi bem confirmado com o artigo de janeiro de 1999 do British Medical Journal que reporta 1599 “mortes devidas à pílula”, ocorridas durante os passados 25 anos. Todavia se registram outros efeitos secundários, incluindo ataques cardíacos e infartos provenientes de coágulos sanguíneos que se desprendem na corrente sanguínea, incremento da incidência de câncer de mama, cálculos biliares, diabetes, tumores de fígado, perda da libido, depressão, sangramentos uterinos irregulares, enxaqueca e infertilidade prolongada inclusive permanente, posterior ao uso da medicação. Esta infertilidade é principalmente consequência do dano ao colo uterino. A indústria farmacêutica assinalou desde a primeira introdução da pílula anticoncepcional, que a medicação interferia com o desenvolvimento normal do endométrio em sua preparação para uma gravidez, impedindo a implantação e que portanto algumas vezes operaria esta ação abortiva se a pílula não consegue evitar a ovulação.

Também houve outras consequências em sua maior parte inesperadas, ainda que muitas foram previstas pelo Papa Paulo VI em sua encíclica Humanae Vitae, tais como perturbações na relação conjugal, infidelidade, fracassos matrimoniais e divórcios, aumento da imoralidade especialmente entre os jovens e decisões de alguns governos de impor a seus cidadãos a adoção de métodos contraceptivos ou esterilização compulsiva. Se desenvolveu uma promiscuidade sexual que conduz a aparição de enfermidades de transmissão sexual em proporções epidêmicas em todo o mundo e também gerou uma aceitação crescente do aborto e a homossexualidade.

A efetividade da medicação anticonceptiva através de pílulas, implantes ou injeções, mais a contínua propaganda que em grande medida ocultava os efeitos adversos destas técnicas, fez que fora muito importante intentar desenvolver um método natural e portanto completamente inócuo, com a mesma efetividade ao ser aplicado para evitar uma gravidez. Portanto, se realizou uma cuidadosa avaliação da qual eram os problemas importantes que deviam ser solucionados em consideração ao método em si mesmo, com a esperança que isto ajudaria a prover uma técnica confiável para a regulação da fertilidade em diferentes circunstâncias fisiológicas, sem abstinência prolongada. Estes problemas eram:

A necessidade de conhecer os limites do tempo de sobrevivência espermática depois de uma relação sexual e os fatores determinantes desta capacidade.

Requeria-se um marcador específico da chegada da ovulação, especialmente um método que adverteria a mulher quando se aproximava este momento.

Se necessitava desenvolver e validar o novo método com investigação clínica, incluindo estudos de campo bem desenhados e aplicar investigação de laboratório para confirmar os princípios básicos e as diretivas do novo método.

De qualquer modo, compilamos o texto Billings: o Método sobre a questão do método de ovulação e que pode lhe servir para consulta: fala dos aspectos referentes à teologia moral, traz testemunhos e algumas orientações iniciais para quem deseja implantá-lo na sua cidade (com a cara e a coragem). Caso queira ler esse texto neste blog, fique à vontade; veja, antes, a estrutura dos tópicos e, depois, clique em página 2, logo abaixo:

MÉTODO DE OVULAÇÃO BILLINGS E A SACRALIDADE DA TRANSMISSÃO DA VIDA

1. A POSSIBILIDADE DE TRANSMISSÃO DA VIDA NA UNIÃO CONJUGAL;

2. PATERNIDADE E MATERNIDADE RESPONSÁVEL versus ANTICONCEPÇÃO;

3. FILHOS: DOM MAIS EXCELENTE DO MATRIMÔNIO;

4. MÉTODO DE BILLINGS;

5. PROBLEMÁTICA: COMO CONVENCER OS FIÉIS A SEREM USUÁRIOS E PROMOTORES DO MOB?

6. OBJETIVOS;

7. METODOLOGIA;

8. TESTEMUNHO;

9. PRIMEIRA CONSULTA: ENTREVISTA INDIVIDUAL COM A MULHER OU CASAL;

10.  ORIENTAÇÕES INICIAIS SOBRE MUCO;

11. ORIENTAÇÕES PARA MULHERES QUE DESEJEM DEIXAR A PÍLULA E DOIS TESTEMUNHOS;

12. ORIENTAÇÕES PARA MULHERES NO PERÍODO DA AMAMENTAÇÃO E TESTEMUNHO;

13. ADENDOS: MADRE TERESA DE CAULCUTÁ E PE. LUÍS CARLOS LODI DA CRUZ;

14. ORAÇÃO DO PAPA JOÃO PAULO II PELA FAMÍLIA;

15. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS.

Faça a Leitura, clicando na página 2 (logo abaixo, após as etiquetas):

Páginas: 1 2

131 comments

131 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Lidia jacomeli said, on 24/08/2009 at 8:02 pm

    Boa noite,
    Não vou fazer comentario sobre aborto, pois o que mais me enteresa é o método. Pois eu e meu marido trabalhamos na Pastoral familiar e com o pré matrimonio. Se for possivel nos enviar material para o nosso trabalho na pastoral. Ficaria muito grata. E nosso pároco tbém. Deixe ja agradeco.

  2. irmãzinha said, on 26/08/2009 at 6:12 pm

    Prezada Lídia Jacomeli,

    Obrigada pela visita e pelo interesse. Observe que todo esse material exposto no sítio “Palestras Católicas” está disponível para ser copiado e arquivado.

    Abaixo da projeção de slides existe um indicativo para copiá-la e salvá-la entre seus arquivos, o mesmo ocorre com o gráfico da usuário e o texto “Billings, o Método”.

    É tudo o que temos com mais facilidade para repassar via internet.

    De qualquer modo, se não conseguir baixar os arquivos através dos direcionamentos disponíveis ao longo do texto explicativo, podemos enviar tudo isso por e-mail sim, sem problemas.

    É isso o que deseja? Pois temos o seu e-mail em nossa caixa de entrada pessoal, disponível somente para o administrador do blog.

    Com carinho,

    Irmanzinha

  3. andréa palazzo faria said, on 19/09/2009 at 11:20 am

    gostaria de informações sobre o método billings
    grata

  4. irmãzinha said, on 19/09/2009 at 9:21 pm

    Olá Andréa

    Se quiser ser acompanhada pela internet, podemos fazer isto. Entraremos em contato com V. a partir do e-mail disponível na caixa de entrada do administrador.

    Cordialmente,

  5. Lilia Giselli Costa Salomon said, on 04/01/2010 at 9:08 am

    Bom Dia!
    Visito este blog pela primeira vez, estou a procura de um grafico para fazer minhas anotações do mob, estou reiniciando apos 1 ano e meio de contraceptivo que usei para tratar ovario policistico, mas eu e meu marido gostariamos de usar este metodo.
    Percebi pela mensagem acima que vcs fazem acompanhamento pela net, se for preciso quero tambem, pois tenho algumas duvidas.
    Desde ja agradeço

  6. irmãzinha said, on 07/01/2010 at 3:47 pm

    Lilia,

    Baixamos agora o gráfico de registros usado pelo Woomb International. De fato, é muito importante ter esses gráficos para que as anotações fiquem organizadas. Eles estão na primeira parte desse texto do nosso sítio, é só procurar. Algumas pessoas, no entretanto, não estão visualizando os vídeos do youtube e os slides do scribd aqui publicados porque precisam atualizar o seu “Real Player” que faz com que todos possam visualizar esses tipos de apresentações nos blogs.

    Entraremos em contato e faremos o possível para ajudá-la. Mas, desde já, aconselho a procurar um instrutor (em carne e osso) que resida perto de você, porque o acompanhamento será melhor realizado.

    Parabéns por retornar ao método!

  7. marcia kristina kelly said, on 13/02/2010 at 4:48 pm

    gostaria muito de saber como continuar o metodo billing depois da gravidez pois eu eu quero continuar só não sei como se possivel enviar respostas pelo meu email antes do dia 13/05/2010 grata

  8. irmãzinha said, on 16/02/2010 at 6:55 pm

    Marcia, como você solicitou, enviamos uma e-mail resposta para você. Para tornar as informações desse blog mais ricas, vamos postar um resumo do que escrevemos para você aqui:

    “Depois que V. der à luz ao seu bebê, vai passar por um período de sangramento chamado “lóquia”. Quando acabar, v. já pode começar os registros na própria quarentena, pois é bom aproveitar esse período de abstinência obrigatória para que V. descubra qual o seu Padrão Básico de Infertilidade (PBI).

    No período de amamentação, é comum esse PBI variar, ter sangramentos intermitentes que não são decorrentes de menstruação, etc. É importante que v. não se esqueça que seu corpo está se esforçando para ovular e que está em período pré-ovulatório.

    Assim, durante o pós-parto, v. vai utilizar mais duas das três regras do método. Serão as regra 3 e 2:

    Regra 3: evitar relação sexual em qualquer dia de fluxo ou sangramento que interrompa o Padrão Básico de Infertilidade. Espere 3 dias de PBI antes de reiniciar as relações sexuais;

    Regra 2: noites alternadas estão disponíveis para relação sexual, quando estes dias forem reconhecidos como inférteis.

    Isso vai acontecer até v. identificar um dia ápice que se reconhece por uma mudança progressiva na sensação de fertilidade que atinge um pico e depois regride.

    Nesses gráficos, registre também quando for introduzir algum alimento ao bebê, quando a frequencia das mamadas diminuir ou mesmo quando for desmamá-lo.

    Alimente bem o seu bebê, se hidratando, antes, durante e depois das mamadas. Amamente-o com tranquilidade, cada mamada dura cerca de 40min, porque o bebê estimula a auréola e depois pára um pouco para receber o leite que vem jorrando. Ou seja, quando ele fica com a boca paradinha no peito, muitas vezes não significa que não esteja mais mamando. Tenha paciência. Amamente sempre alternando as mamas, para não correr o risco do leite endurecer na sua mama. Ou seja: o bebê acabou na última mamada na mama esquerda, agora quer mamar de novo: dê a mama direita.

    Curta seu filho, faça bons registros, fique tranquila e use o metodo de billings!”

  9. Andrea said, on 23/06/2010 at 12:31 pm

    Olá!
    Gostaria de tirar uma dúvida, pois moro no exterior (Québec) e aqui é muito difícil encontrar instrutores do método Billings. Tenho uma ótima instrutora, mas ela mora em Ottawa, e como a primeira língua dela é o francês (e eu não sei nada de francês!), nós duas conversamos em inglês. Aí, de vez em quando, a questão da língua nos atrapalha… às vezes, quando não entendemos uma à outra, preciso procurar nos sites em português as respostas para minhas dúvidas.

    Bom, então, minha dúvida é a seguinte: estou amamentando minha filha de 8 meses. Em dezembro e janeiro, tive alguns sangramentos intermitentes, sangramentos bem pequenos mesmo, com duração de uns 3 dias. Porém, nos últimos dois meses, tive outros 2 sangramentos, mais abundantes, com aspecto de menstruação mesmo. Eu e minha instrutora ficamos na dúvida se seria mesmo menstruação, pois não houveram dias de pico anteriores à esses sangramentos (às vezes, aparecia um muco um pouco mais claro, mas não muito, e também não era tão extensivo).

    Gostaria de saber se posso ter ovulado, mesmo que eu NÃO veja muco, ou que o muco não seja MUITO claro e elástico.
    Lembro-me que, antes de casar, meu ciclo era bem irregular, era difícil identificar corretamente o dia de pico, eu via quase nada de muco e, quando via, não era tão claro ou extensivo. Mesmo assim, eu estava ovulando… a prova disso foi que engravidei na Lua-de-mel!

    Eu e meu marido abraçamos o método Billings no nosso casamento, somos muito católicos. Não tenho nada contra o método, mas até hoje não encontrei alguém que conseguisse esclarecer isso. É possível que eu esteja ovulando e, mesmo assim, não consiga ver muco? Ou então, que o muco não seja tão claro, ou tão extensivo?

    O “grau” de claridade e extensão do muco pode variar muito de mulher para mulher? Ou isso é loucura da minha cabeça?
    Por favor, peço que mandem resposta para o meu e-mail, se for possível (andreafb@gmail.com).
    Muito obrigada!
    Paz de Cristo!

  10. irmãzinha said, on 24/06/2010 at 8:19 pm

    Prezada Andrea,

    Através do seu e-mail iremos mandar uma apostila sobre como usar o Método de Billings durante a gravidez e também outras informações sobre instrutores bem competentes que possam lhe auxiliar via e-mail.

    As informações mais atualizadas sobre o Método de Billings ensinam que a usuária deve procurar registrar a sensação, acima de tudo. Isso porque ela pode não ver aquele muco “clara de ovo”, mas sentir, de tal modo uma lubrificação forte e que ascende dia após dia, identifcando sim um ápice.

    Logo, mesmo que a usuária não veja muco, ou que o muco não seja muito claro e elástico, ela pode estar ovulando sim, desde que sua sensação seja claramente de fertilidade.

    Para mulheres que tenham um pouco mais de dificuldade em descobrir seu dia ápice através da Regra Ápice, outros dois sintomas podem ser buscados em conjunto:

    -Vulva edemaciada: a mulher pode perceber isso quando, por exemplo, observe que sua calça comprida fique um pouco mais apertada na região vulvar, quando a vulva não está aspera ou seca, mas macia e escorregadia ao realizar sua higiene íntima após urinar;

    -Sinal do Linfonodo: quando, ao deitar na sua cama, tocando na região iguinal perceba um carocinho (o linfonodo do tamanhico de um grão de arroz), em um dos lados da virilha, que corresponde ao lado do ovário expulsando o óvulo.

    O sinal mais importante é a Regra Ápice, mas os outros também ajudam, especialmente para quem está com dificuldades de identificar a ascenção de fertilidade.

    Mas, Andrea, talvez v. esteja com dificuldades justamente porque necessita realizar a observação correta que está no registro da sensação.

    A Paz!

  11. Michelle said, on 07/11/2010 at 4:09 pm

    Gostaria de saber onde compro O aparelho Mini-Sophia é uma versão eletrônica e computadorizada do uso deste método citado em um dos artigos acima?
    Há algum aparelho para verificar através da urina e utilizá-lo para fazer o MOB?

    Aguardo contato

  12. irmãzinha said, on 13/11/2010 at 9:56 pm

    Prezada Michelle,

    No Brasil, o aparelho Mini-Sophia era vendido pelo Instituto Pró-Família:

    http://www.providafamilia.org.br/site/index.php

    Mas procurei no sítio e não encontrei o aparelho à venda.

    Acredito que o CENPLAFAM possa fornecer melhores orientações sobre como adquirir esse produto:

    http://www.cenplafam.com.br/

    Não tenho conhecimento sobre a existência de aparelhos de verificação da urina na ajuda para o MOB. Existem aparelhos de cristalização da saliva (não sei ao certo como funciona).

    Quem aconselha a utilizar o MOB da WOOB diz que esses aparelhos podem dar falsas indicações de fertilidade, por isso o melhor a fazer é procurar realizar boas anotações de gráfico, que é o mais seguro.

    Espero ter ajudado e desculpe a demora.

    Fique com Deus e volte sempre!

  13. simone said, on 17/11/2010 at 10:26 am

    Bom dia,

    Me caso em março e já fiz meu curso de noivos.
    Meu noivo e eu decidimos optar pelo uso do MOB.
    Estou tentando compreender melhor o método para usar com segurança quando casar.
    Vi que voces disponibilizam uma apostila e gostaria muito de ter acesso ao material.
    Tenho muitas dúvidas quanto a identificação do muco cervical.
    No aguardo,
    Simone

  14. Larissa said, on 18/11/2010 at 1:12 pm

    Boa tarde
    Gostaria de saber onde posso comprar o aparelho o metodo billings?
    obrigada.

  15. irmãzinha said, on 20/11/2010 at 10:46 pm

    Prezada Simone,

    Para v. utilizar corretamente o método, precisa de uma orientadora. Busque alguém na sua cidade que lhe possa auxiliar, ou alguém que lhe possa orientar pela internet.

    No caso, todo o material para auxílio que dispomos está publicado no blog. O que ainda não publicamos e disponibilizamos como apostila é uma orientação especial, traduzida, que explica como usar o MOB quando se está no período de amamentação.

    Mais informações, V. pode buscar nos sítios que lidam com o método e que estão listados no “Blogroll” ao seu lado direito da tela.

    Cordialmente.

  16. irmãzinha said, on 20/11/2010 at 10:47 pm

    Larissa,

    Eu não sei. Mais informações, procure o CENPLAFAM.

    Cordialmente.

  17. Cristina said, on 27/12/2010 at 3:35 pm

    Boa tarde!!!
    tenho um ano de casada,eu e meu marido estamos decididos a usar o MOB e abandonar as pílulas, gostaria de receber material explicativo, pois tenho muitas dúvidas e gostaríamos de prolongar por alguns meses a gravidez.

  18. Michelle said, on 28/12/2010 at 3:05 pm

    Cara Cristina,

    se vc está no Brasil, procure um DVD e livros nas edições Paulinas. Assista o DVD, lendo o livro várias vezes.
    No princípio é um pouco difícil, mas depois vc vai se familiarizando com o método.

    Deus A abençoe.

    Michelle

  19. Dalva Maria said, on 28/01/2011 at 10:39 am

    Tenho uma filha de oito anos e gostaria de conversar com ela sobre sexo. Voces tem algum material apropriado para crianças? Ou pode me indicar quem tenha, por favor.
    Obrigada, a paz de Jesus.

  20. irmãzinha said, on 03/02/2011 at 3:54 pm

    Prezada Dalva,

    No nosso sítio, transcrevemos orientações que foram propostas por um santo bispo da Igreja a respeito da orientação sexual de crianças e adolescentes para pais e educadores.

    Está aqui, é o nosso “Norteamento para Pais e Educadores”:

    http://palestrascatolicas.wordpress.com/orientacoes-para-educadores/

    Observamos que se deve responder apenas as perguntas que elas fazem a respeito do assunto, sem procurar aumentar a conversa. As respostas devem ser dadas de forma a saciar a curiosidade infantil, observando o temperamento e a maturidade da criança. Devem ser respostas que não sejam mentirosas, mas também não sejam escandalosas. Não podemos negar a verdade para as crianças, mas não podemos dar toda a verdade. Nesta idade, a curiosidade infantil ainda não é sexual e com pouca coisa ela se satisfaz.

    Na maioria das vezes, elas querem saber, com 8 anos, apenas de onde vem os bebês. Não é necessário mentir (o que é um péssimo exemplo) nem protelar a resposta para o futuro (conduta esta que pode levar a criança a buscar outras fontes, na maioria das vezes, perigosas).

    Uma boa resposta é a que transcrevo abaixo: “o Papai do Céu deu o bebê à mamãe e agora o bebê nasceu”. Não é mentira, responde com vantagem porque não abre espaço para mais perguntas e acalma a criança.

    Depois, se sua filha já tiver essa maturidade, pode-se falar mais claro: “você foi formada lentamente no corpo da sua mamãe, antes de nascer foi objeto dos cuidados maternos, por isso deve ter à mamãe muito amor e muita gratidão, porque lhe deu muito sofrimento e preocupação. Suportei tudo porque te amei desde o princípio”.

    As respostas devem ser dadas com tranquilidade. Você vai adquirir a confiança da sua filha e ela vai continuar fazendo perguntas de acordo com sua maturidade psicológica e física e você responderá todas elas a seu tempo. Não existe necessidade de forçar uma palestra sobre sexualidade a crianças, com assuntos que elas não compreendem ou que lhes excitam a imaginação precocemente. Respeite o tempo da sua filha.

    Espero que tenha ajudado!

    Paz e bem,

    Irmãzinha

  21. Carolina said, on 26/03/2011 at 6:56 pm

    Olá, eu sou casada a quase 9 anos e tomei anticoncepcional por 11 anos. Após alguns anos de angústia por tomar a pílula e depois de uma confissão no dia 12/março/2011 tomei a decisão, sozinha por enquanto, de usar o MOB.
    tudo que sei pesquisei na internet, porém ví que necessito de uma orientadora. Resido em Cuiabá e não conheço ninguem que conheça ou promova o método aqui, já procurei muito.
    Aqui vai meus reigstro para orientação:
    Parei com a pílula no dia 4 de março.
    Dias 9, 10 e 11 fiquei mestruada,
    dia 11 tomei a primeira pílula do novo ciclo,
    Comecei a observação das sensações no dia 14, entre os dias 14 a 22 de março sentí uma leve lubrificação aumentando a cada dia.
    Dia 21 tive relação sexual com meu esposo.
    Dia 24, 25 e 26 observei o muco (= a clara de ovo sendo no dia 26 em maior quantidade)
    Agora tenho dúvidas em saber dos dias alternados, como será a avaliação?
    Me ajudem por favor.
    Desde já, muito obrigada.
    Carolina.
    dia 12 parei de tomar,

  22. Michelle said, on 27/03/2011 at 12:49 pm

    Carolina,

    calma.
    Entendo seu estresse.
    Mas tenha paciência e FÉ EM DEUS.
    A primeira lição que eu aprendi foi que é necessário 6 meses para entender e dominar o processo para si.
    A segunda é vc pode ter ajuda nos livros, cd e ser autodidata. Estou fazendo o método SOZINHA (pois infelizmente não encontrei ajuda na cidade que moro)há 4 meses e até agora estou bem animada e conseguindo fazer bem. Fui à uma livraria Paulinas e comprei 2 livros (1 tinha um cd). Li e reli várias vezes até entender o processo.
    Como medida de urgência conte cerca de 15 dias após o primeiro dia da menstruação. E observe a sensação nessa semana, evitando também relação. O método não se resume a isso, mas já é um ponto de partida.
    Seja bem fiel as anotações, compre o livros, anote corretamente e vc aprenderá a usá-loo. Não há mistérios.
    Deixe a pílula de vez e siga a DEUS na integridade.
    Carolina, será que já não está na hora de engravidar??????????????

    Grande paz e bem para vc,

    Michelle
    essa é mais prática

  23. irmãzinha said, on 27/03/2011 at 4:59 pm

    Prezada Carolina,

    Você fez muito bem em parar de tomar pílulas. Vou lhe passar o e-mail da Sra. Heloísa Pereira, que é a cordenadora do CENPLAFAM. Ela tem conhecimento e acesso aos melhores instrutores do Brasil e, se não estiver muito atarefada, poderá ela mesma lhe ajudar pela internet.

    Os melhores instrutores fizeram os módulos do curso integralmente. E são associados do CENPLAFAM, que é a filial do Woomb International, da Austrália.

    O e-mail da heloísa é:

    helop@terra.com.br

    Telefone do CENPLAFAM: 011-3889-8800

    Saudações cordiais,

    Irmãzinha

  24. irmãzinha said, on 27/03/2011 at 5:09 pm

    Michelle,

    Vejo que está muito determinada a utilizar o método.
    Para começo de conversa, deve-se realmente ficar 15 dias em abstinência realizando anotações no fim do dia, especialmente da sensação vulvar. Porque serão, nesta ordem, os objetivos do usuário do método:

    1- Identificar o seu PBI (Padrão Básico de Infertilidade);

    2- Identificar o seu Dia Ápice.

    Uma vez identificado o PBI, em um próximo ciclo, pode-se aplicar a regra dos dias alternados. A abstinência só começará na fase de fertilidade. E terminará três dias após o Ápice. Mas isso só poderá ser aplicado uma vez que se identifique o PBI e o Ápice.

    Você, Michelle, provavelmente nunca engravidou ou usou pílulas. Sua “regra de emergência”, inexistente no método, não serve nem para você, imagine para Caroline…

    Quem parou de tomar pílulas é como alguém que acabou de ter filhos, os hormônios estão ainda se regulando, o corpo se ajustando e até voltar ao normal, demanda um tempo.

    Temos de ter em mente e nunca esquecer que “Método de Billings” NÃO é “Tabelinha”. Não se pode usar regras de Tabelinha no Método de Billings. Quem assim faz, consequentemente, erra.

    Não estou querendo desanimar ninguém. Temos de insistir em fazer o melhor.

    Michele, procure entrar em contato com a Heloísa também, ela pode lhe indicar uma orientadora via internet para que v. use o método com tranquilidade e segurança.

    Bom Domingo a todas!

  25. cristiane said, on 28/03/2011 at 2:29 pm

    Gostaria muito de aprender a usar este método, mas onde moro não tenho instrutores que possam me orientar, será que seria possível me enviar este método. Tenho um ciclo regular, sou casada a 7 meses e uso anticoncepcional mas gostaria de parar e começar este como faço?

  26. irmãzinha said, on 28/03/2011 at 4:58 pm

    Cristiane,

    Eu oriento a todas para entrarem em contato com a Heloísa Pereira do Cenplafam (o telefone do Cenplafam e o e-mail da Heloísa está exposto na resposta que dei à Carolina, que também quer utilizar o método e usava pílulas).

    A Heloísa é a melhor pessoa para ajudá-las porque:

    1. Ela é a presidente do “Método Billings” no Brasil;

    2. Ela conhece instrutores de todo o país (e instrutores competentes);

    3. Ela conhece pessoas que podem orientar pela internet (através de e-mails, skipe ou msn).

    Nós, desse blog, não estamos nos atrevendo a dar orientações pela internet porque ainda não somos cadastrados no CENPLAFAM do Brasil e o CENPLAFAM deixa claro que pessoas que não tenham feito os seus cursos de forma integral e não tenham as carteirinhas do WOOMB, não podem orientar ninguém porque “não são instrutores do método billings”.

    Mas é certo que a presidente do CENPLAFAM vai ajudá-la.

    O material que temos aqui é esse que está exposto no artigo. Até que, para começo de conversa, é um bom norte.

    Entre em contato com a Heloísa. Diga se conseguiu e nos escreva.

    Abraços fraternos.

  27. Daniela said, on 06/04/2011 at 5:22 pm

    Sou casada a 7 meses e utilizo o metodo billings, gostaria de ser acompanhada, pois ainda tenho algumas dúvidas.

  28. Ellen Cristina said, on 06/04/2011 at 5:52 pm

    Gostaria muito de aprender o mob pois já tentei várias vezes e não consegui. Mas agora é uma questão de saúde. Sou casada há 11 anos tenho 29 anos e 7 filhos, só que todos esses partos foram cesáreos e é um risco pra mim outra gravidez nesse momento. Tenho um filho de 1 ano e 3 meses e uma linda princesa de 2 meses. Pra piorar descobri que tenho hipotireoidismo e não sei se é possível fazer o método.

    Estou desesperada pois no meus dois últimos partos quase morri.

    Espero muito poder ser ajudada.

    A Paz de Cristo.

  29. irmãzinha said, on 10/04/2011 at 3:17 pm

    Daniela e Hellen,

    Vou lhes passar o e-mail da Sra. Heloísa Pereira, que é a cordenadora do CENPLAFAM. Ela tem conhecimento e acesso aos melhores instrutores do Brasil e, se não estiver muito atarefada, poderá ela mesma lhes ajudar pela internet.

    Os melhores instrutores fizeram os módulos do curso integralmente. E são associados do CENPLAFAM, que é a filial do Woomb International, da Austrália.

    O e-mail da heloísa é:

    helop@terra.com.br

    Telefone do CENPLAFAM: 011-3889-8800

    Fiquem com Deus.

  30. Cátia Santini said, on 25/04/2011 at 10:46 pm

    Gostaria muito de uma ajuda mais aprofundada sobre o metodo billings,pois apesar de participar da igreja sempre tive muito medo de utilizá-lo, mas a minha consciência pesa muito por saber que anticoncepcionais não são métodos saudáveis.Agora tenho mais medo pois tenho uma filha de um ano, e no momento não pretendemos ter mais um bebê.Gostaria muito de um auxilio nesse sentido, pois pretendo ter uma vida mais saudável através do método e um matrimônio baseado naquilo que é correto aos olhos de Deus.

  31. irmãzinha said, on 28/04/2011 at 8:03 am

    Para orientações via internet, entrar em contato com a presidente do CENPLAFAM, que é a representante do WOOMB (Método de Billings autêntico) no Brasil, ela se chama Heloísa:

    helop@terra.com.br

    Outro e-mail dela:

    heloisacenplafam@gmail.com

    Feliz Páscoa!

  32. Silvia said, on 01/05/2011 at 11:24 pm

    Meu bb ainda´estar só no peito apesar de tá no 6ms,mas já tive dois sangramentos de 6dias consecutivos,gostaria de saber se tenho risco de uma gravidez minhas relações costumam ter um bom espaço de tempo e outra ainda sinto-me seca nada é como antes…estou confuza.

  33. Mariana said, on 06/06/2011 at 7:59 pm

    Ola!!!
    Tenho algumas duvidas..como faço pra entrar em contato???Se possivel me responda por email…obrigada

  34. Álefe Nayane said, on 20/07/2011 at 2:32 pm

    Sou solteira, porém quando casar gostatia de utilizar o método Billings, por isso gostaria de orientações para descubrir o meu padrão.

  35. alessandra said, on 20/07/2011 at 4:18 pm

    Sou casada a 11 anos, tenho 2 filhos,um menino de 11 anos e uma menina.Ela nasceu a 4 meses mais com 1 mes e meio ela teve uma broncoaspiração e foi fatal.Somos catolicos e a 5 anos teve um curso do método em minha paroquia e eu e meu marido participamos, fazemos uso até hoje. Agora gostaria muito de ter outra menina. Poderiam me mandar uma explicação de como saber os dias para engravidar de menino ou menina?
    Muito obrigada!!!
    A paz do NOSSO SENHOR esteja com vcs.

  36. irmãzinha said, on 21/07/2011 at 12:31 pm

    Prezada Alessandra,

    Realmente existe uma probabilidade aumentada de se ter um menino no dia ápice e de se ter uma menina nos dias anteriores a ele. Mas tudo isso não é certo como 2+2 são 4.

    Se você quer engravidar novamente, fique tranquila e peça a Deus uma menina. Se Ele lhe enviar um menino, agradeça também porque Ele sabe o que faz.

    Um grande abraço,

    Irmãzinha

  37. irmãzinha said, on 21/07/2011 at 12:35 pm

    Prezada Alefe,

    Sua preocupação é muito justa. Seria realmente muito interessante que já fosse conhecendo sua fertilidade antes mesmo de começar sua vida sexual após o matrimônio. Assim, quando casar, lhe vai ser muito mais fácil o uso do método.

    E, para conhecer o seu padrão, é simples. Basta realizar suas anotações dia após dia. Uma observação de três meses já pode lhe assegurar o padrão com 100% de segurança.

    Para conseguir essas orientações, entre em contato com o CENPLAFAM porque eles podem lhe indicar orientadores na sua região e, se eles não existirem, pode ser que a própria coordenadora, a enfermeira Heloísa Pereira, lhe oriente pela internet.

    Nas outras respostas desse tópico, já informamos os dados, inclusive e-mails, que pode contactar.

    Espero que tenha ajudado,

    Irmãzinha

  38. Ecclesiam said, on 09/08/2011 at 4:56 pm

    Parabéns pela exposição sobre o Método de Billings!

  39. irmãzinha said, on 19/08/2011 at 10:27 pm

    Obrigada. Volte sempre.

  40. LUCIANA said, on 29/09/2011 at 1:39 pm

    OLA TENHO 30 ANOS SOU CASADA A 10 ANOS E FUI MAE AOS 23 ANOS E DEPOIS Q TIVE ESSE FILHO NAO TOMO MAIS REMEDIOS QUERO MUITO ENGRAVIDAR NOVAMENTE A 2 ANOS ATRAS TIVE UM CISTO NO OVARIO ESQUERDO E FIZ TRATAMENTO E GRAÇAS A DEUS FUI CURADA E A UM ANO ATRAZ FUI AO MEDICO ELE DISSE Q EU NAO TENHO NADA E ESTAVA PRONTA PRA ENGRAVIDAR NOVAMENTE E NAO CONSIGO ENGRAVIDAR PRECISO DE SUA AJUDA….

  41. irmãzinha said, on 29/09/2011 at 9:35 pm

    Olá Luciana,

    Envie um e-mail para – instrutorcenplafam@gmail.com
    Fazem parte do CENPLAFAM e podem lhe orientar melhor porque
    são os credenciados oficiais do método no Brasil.

    Heloísa Pereira é a presidente, ela é enfermeira. Sei o quanto
    gostaria de engravidar novamente, e já que fez os exames e não
    há problemas, o Método de Billings pode ajudar sim.

    Escreva para o e-mail que indiquei, eles podem lhe orientar
    melhor e até achar um instrutor perto de onde reside, senão,
    através da internet mesmo.

    Forte abraço, fique com Deus,

    Irmãzinha

  42. Selma Aparecida Bezerra dos Santos said, on 22/10/2011 at 7:08 pm

    Em agosto, tive acesso a uma palestra que falava sobre os métodos contraceptivos e, acordei verdadeiramente para a vida. Desde então, passei a fazer o método. Conheci o mesmo há cerca de dez anos, quando me casei, porém nunca tive o comprometimento ou a coragem de fazê-lo. Fiz várias leituras via internet, porém gostaria de saber se tem alguém que pode me orientar melhor, via sites. Obrigada!!! SElma

  43. irmãzinha said, on 25/10/2011 at 11:55 am

    Prezada Selma,

    Envie um e-mail para instrutorcenplafam@gmail.com
    Fazem parte do CENPLAFAM e podem lhe orientar melhor porque
    são os credenciados oficiais do método no Brasil.

    Heloísa Pereira é a presidente, ela é enfermeira.

    Escreva para o e-mail que indiquei, eles podem lhe orientar
    melhor e até achar um instrutor perto de onde reside.

    Forte abraço, fique com Deus,

    Irmãzinha

  44. Michelle Lemes said, on 04/11/2011 at 8:40 am

    Olá, tenho uma dúvida muito grande… Eu tive uma gravidez normal e tranquila… A Maria Clara nasceu e eu amamentei até 1 ano de idade. Agora, ela já tem 1 ano e sete meses e eu ainda não menstruei nem ovulei… A minha ginecologista fez todos os exames e disse que está normal e posso apenas esperar… mas a minha prolactina deu alta ainda (44)… devo me preocupar?

  45. irmãzinha said, on 04/11/2011 at 4:54 pm

    Olá Michelle,

    Você deve confiar na sua médica. Acontece apenas que, quem está com a prolactina alta não ovula e se mantém infértil até esse hormônio, ao menos, diminuir de quantidade no seu organismo. Quem pode explicar isso melhor para você é um endocrinologista. Penso apenas que não deve deixar de fazer as anotações diárias do gráfico billings para, quando sua fertilidade voltar, você descobrir e poder se preparar para as regras se pensa em espaçar uma gestação.
    Você pode também entrar em contato com a Heloísa, que é enfermeira e presidente do Cenplafam no Brasil:

    instrutorcenplafam@gmail.com

    Espero que dê tudo certo com você, fique com Deus:

    Irmãzinha

  46. Valéria said, on 06/11/2011 at 3:47 pm

    Ola!!! Tem 25 anos, sou casada a 2 anos. Sempre tive vontade de fazer o metodo, mas o medo, a insegurança e a falta de informaçao me fizeram desistir. Mas agora eu e meu esposo tomamos coragem, decidimos tentar e parar com as pilulas. Ha 2 meses comecei a fazer varias pesquisas na internet e minhas anotaçoes diaria. Estou descobrindo que nao é tao complicado… que é simples e possivel de fazer. Vejo que este metodo precisa ser mais divulgado, quero provar para pessoas que ele é seguro e eficaz. Gostaria de saber como eu faço para me tornar uma orientadora aqui na minha paroquia, onde eu possa estar fazendo algum curso para isso? Haaa e se Deus quizer planejamos o nosso bb para o ano que vem…. quero saber o dia certinho que o Senhor vai me conceder esta bençao!!!!
    Ameii o seu blog!!!! Paz e Bem!!!!!

  47. Fernanda Maria said, on 06/11/2011 at 5:35 pm

    Olá!
    Estou tentando engravidar a 3 meses e ainda não obtive exodo, gostaria de saber se na minha cidade existe alguém que possa me auxiliar no método, pois não entendi muito bem (moro em Macapá). Desde já obrigada e torçam por mim.

  48. irmãzinha said, on 07/11/2011 at 6:11 pm

    Prezada Valéria: fico tão feliz que esteja tão empolgada com o uso do método. Se você deseja frutificá-lo em sua cidade, o melhor a fazer é entrar em contato com o CENPLAM que coordena o método em todo o Brasil e são os representantes oficiais do mesmo.

    Escreva para Heloísa Pereira, enfermeira e presidente do CENPLAFAM, através dos e-mails:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Pode também ligar para o centro, que fica em São Paulo:

    Telefone do CENPLAFAM: 011-3889-8800

    Espero que sua empresa traga bons frutos.

    Fique com Deus.

  49. irmãzinha said, on 07/11/2011 at 6:13 pm

    Querida Fernanda,

    É tão bonito quando nos abrimos ao dom da vida. Espero muito que consiga engravidar e que tenha uma gestação tranquila. O método de Billings pode ajudar, na medida que identifica os dias mais férteis para conceber uma criança. Para ter as informações que deseja, sugiro que escreva para Heloísa Pereira, do CENPLAFAM:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Forte abraço.

  50. kassia anita said, on 16/11/2011 at 10:23 am

    Olá a paz de Jesus, bem estou a um mês do meu casamento e ainda não consegui entender direito o MOB,eu meu noivo gostariamos muito de realizar esse metodo, não queremos ir contra a igreja e usar algo artificial…mas estou preocupada pois ainda não tenho tanta segurança em relação a mim mesma e o método, o que eu faço? me ajudem

  51. irmãzinha said, on 16/11/2011 at 11:17 am

    Kassia,

    Aconselhamos, primeiramente, a buscar uma orientadora que possa encontrar-se com você. O ideal seria que ela existisse e que vocês se encontrassem periodicamente, de preferência ao vivo e a cores, até você se sentir realmente segura. O método não é difícil, mas funciona melhor quando você tem uma vida regulada. Procure acordar nos mesmos horários, dormir nos mesmos horários, fazer exercícios físicos aeróbicos, uma boa caminhada no parque, por exemplo, matendo esses hábitos. Os exercícios são bons para relaxar, para que a tensão que você sente seja dispersada na atividade física e você não fique tão estressada, além do grande bem que faz ao corpo, à circulação do seu organismo, à diminuição nos sintomas da TPM etc. Tenha calma, tenha fé.
    Nós não orientamos o método pela internet. Sempre aconselhamos, para este fim, que as usuárias entrem em contato com a presidente do CENPLAFAM. Isso porque ela mesma pode passar o caso para alguém da sua cidade (porque conhece orientadores credenciados de todo o país), ou, pessoalmente, ajudar você por meio de encontros através de conversas instantâneas (skipe, msn etc).
    Os contatos são esses:

    Heloísa Pereira, presidente do CENPLAFAM:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Não desista e fique com Deus.

  52. irmãzinha said, on 16/11/2011 at 11:45 am

    Prezadas amigas,

    Encontrei, em um sítio na internet, uma lista com dados sobre orientadores do Método espalhados pelo Brasil. Eu sempre aconselho, antes, entrar em contato com a Heloísa do CENPLAFAM para que ela pessoalmente encaminhe para algum orientador de confiança. Mas, penso que, entrar em contato com outras pessoas também pode ajudar.

    Vejam:

    Orientadores na região Sudeste do país (São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais):

    http://gentedefe.com/tina/relacao-de-instrutores-do-mob-regiao-sudeste/

    Orientadores na região Norte-Nordeste do país (Amazonas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia):

    http://gentedefe.com/tina/relacao-de-instrutores-do-mob-regiao-norte-e-nordeste/

    Orientadores na região Sul e Distrito Federal (Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal):

    http://gentedefe.com/tina/2009/11/26/relacao-de-instrutores-do-mob-regiao-sul/

    Espero que esteja ajudando.

  53. Jps said, on 08/12/2011 at 1:23 pm

    ola, fiz o metodo durante amamentacao e tem 20 dias que desmamei minha filha, como prosseguir com o metodo billings agora.

  54. Marina said, on 09/01/2012 at 10:24 am

    Bom dia Irmãzinha,

    meu nome é Marina, tenho 27 anos, sou casada a 1 ano e 4 meses. Durante 10 anos aproximadamente, utilizei anticoncepcionais em razão de tratamento de ovários policísticos. Porém o tratamento não está tendo êxito, troquei várias vezes de pílula e depois de alguns meses os sintomas voltam. Então decidimos eu e meu esposo a estar utilizando o Método Billings. Pois um médico muito amigo meu, me disse que não deveria tratar uma doença que inibe a fertilidade com um inibidor da mesma. Fiquei até feliz, pois, acreditava que não poderia estar usando o método em razão da doença. E parei com a pílula este mês. era para eu ter tomado dia 06, mas não comprei. Mesmo porque somos cristãos e devemos viver a exemplo de Cristo. Estou um pouco ansiosa, porque não pretendemos ter filhos por enquanto, mas tenho fé de que Deus estará comigo, e independente de qualquer situação que seja sempre feita a vontade de Deus não é mesmo. Quero agradecer pelo site, tenho muitas dúvidas ainda mas, enviei e-mail para o cenplafam conforme sugerido em várias respostas da Senhora.
    Agora é esperar e ver se todos os sintomas vão melhorar, inclusive do ovário policístico. Apenas estou com receio pois da ultima vez que tentei para com o anticoncepcional, a minha menstruação também parou, e não acredito que isso seja sadío. Porém será que interefere no método.
    Atenciosamente,

    Marina

  55. Juliana Maria said, on 10/01/2012 at 9:45 am

    Irmanzinha,bom dia!

    Sou usuário do metodo desde que casei ( antes de casar ja fazia a observação e identificava), logo apos 3 meses de casada engravidei ( querendo), minha bebe nasceu dia 21 de maio de 2011 de parto normal, até o 6 mês so mamou no peito, no 7 mês começou a introdução de papas, hoje ela tá com 7 meses e 20 dias, mama bastante mais ja come frutinhas e papinhas nos horarios de refeição , mama pela manha e na madrugada,tenho muito leite…Enfim, estou explicando pois fiquei muito perdida depois que ela nasceu ,estou em abistinencia desde que ela nasceu nao tenho segurança…converso sempre com meu esposo mas como tem 7 meses estamos anciosos querendo voltar usar tranquilamente o metodo…nunca fui acompanhada…eu mesma fazia a observação e indentificação..hoje nao consigo indentificar nada….Por favor ,se possivel for gostaria que mesmo pelo internet alguem me acompanhasse…moro longe e nao tenho como ir ser acompanhada…

    Deus abençoe!!!

  56. irmãzinha said, on 13/01/2012 at 12:10 pm

    Juliana,

    Eu sempre aconselho as mulheres com dúvida no uso do método para entrar em contato com o CENPLAFAM ou diretamente no e-email da Heloísa que é a presidente do CENPLAFAM. Isso porque elas podem ajudá-la com instrutores mais eficientes, mesmo pela internet. Se você procurar nos comentários, encontrará o contato da Heloísa. Nao deixe de escrever para ela e nao perca as esperanças, essa fase é mais delicada, mas nao é nada impossível.

    Fique com Deus,

    Irmazinha

  57. irmãzinha said, on 13/01/2012 at 12:20 pm

    Marina,

    Espero que o pessoal do CENPLAFAM lhe ajude, escreva também para os e-mails da Heloísa, que é a presidente do método de billings no Brasil. Você passou muito tempo utilizando anticoncepcionais e seu organismo ainda precisa se normalizar.

    Como tem ovários policísticos, é necessário que mantenha consultas com seu médico para que observe se ainda produz muitos cistos no ovário que a impedem de ovular e menstruar porque esse pode ser um dos motivos de nao menstruar, depois dessa possibilidade ser excluída, ainda tem a questão da adaptação do seu corpo à normalidade hormonal.

    É necessário que seja orientada por alguém para utilizar o método, depois faça anotações em abstinência por 30 dias (sob constante orientação) para que consiga, com tranquilidade, identificar seu Padrão Básico de Infertilidade e todos os sinais de mudança do seu corpo para aplicar as regras corretas do método.

    Espero que nao desista!

    Irmanzinha

  58. Julia Dias said, on 22/02/2012 at 12:11 am

    Olá sou de Cuiabá, estou muito angustiada pois estou usando o DIU a 1 ano e não quero usar mais pois sei que não seria o correto … mas não poderia ter mais um filho agora eu e meu esposo somos deficientes fisicos tenho problemas de saúde e por essa razão não poderei ter mais um filho (tenho um filho de 3 anos) e gostaria de usar o metodo mas não sei como por favor me ajude …

  59. irmãzinha said, on 22/02/2012 at 12:42 pm

    Olá Julia,

    Como a todos que buscam ajuda, aconselhamos que entrem em contato com Heloísa do CENPLAFAM. Ela é a presidente representante do Método de Billings australiano no Brasil. Os contatos dela são:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Espero, com toda sinceridade, que dê tudo certo. Porque, além de ser abortivo, o DIU pode causar graves danos ao útero da mulher.

    Fique com Deus,

    Irmãzinha

  60. Andreia said, on 27/02/2012 at 12:52 pm

    Olá
    Uso o Método Billings há 6 anos e hoje tenho um filhote lindo de 1 ano e meio.
    Tive uma instrutora qd comecei a usar o método, mas como mudei de cidade fiquei sem instrutora, e as vezes ainda surge algumas dúvidas.
    Uma delas é a seguinte… será que é certeza engravidar no primeiro dia de presença de muco, bem início do período fértil…???
    Tipo, é 100% de chance assim como no dia ápice, ou as chances diminuem??
    Aguardo!
    Um abraço!

  61. Cibele said, on 28/02/2012 at 10:13 am

    Eu quero saber se mulheres com endometriose podem usar o metódo e podem engravidar?

  62. irmãzinha said, on 01/03/2012 at 3:38 pm

    Olá Andréia,

    Você tem chances de engravidar se tiver relaçoes sexuais no início do período fértil (que se inicia com a mudança do seu PBI) porque o muco que você produz é capaz de conservar o espermatozóide do seu esposo por 5 dias. Então, quando você ovular, pode conceber uma criança desse espermatozóide que há 4 ou 5 dias ficou conservado no seu organismo, nutrido e protegido pelo muco.

    Espero ter esclarecido sua dúvida.

    Abraços!

  63. irmãzinha said, on 01/03/2012 at 3:40 pm

    Prezada Cibele,

    Mulheres com endometriose têm mais dificuldade de engravidar. Mas o uso do Método de Billings, que lhe fará conhecer seus dias mais férteis, poderá ajudar na concepção sim. Se este é o seu desejo, nao custa nada tentar.

    Fique com Deus.

  64. Andreia said, on 05/03/2012 at 11:37 am

    Oi Irmãzinha
    Obrigada pela resposta…
    Sei isso do espermatozoide se conservar no muco por até 5 dias até o dia da ovulação… mas minha dúvida é se em um primeiro sinal de muco, muito pouco, iníciozinho mesmo do período fértil, se as chances de engravidar são as mesmas de engravidar como do dia ápice… sei até que normalmente se engravida de menina né, pq os espermatozoides que contem o cromossomo X são mais resistentes que o Y…
    É q assim, eu e meu esposo tivemos relação no dia que começou a aparecer o muco, mas ainda era mt pouco, e iniciou no final da tarde e tivemos relação a noite, e meu dia ápice foi ontem, 7 dias após esse início.. será que mesmo assim tenho chance de ter engravidado…
    Nós já sabíamos desse risco (maravilhoso por sina, rsrsr), mas agora tô na dúvida, não estávamos planejando outro bebê pra agora, mas deixamos nas mãos de Deus, se vier ficaremos muito felizes, e fico na ansiedade de esperar ainda 2 semanas pra fazer um Beta.

  65. irmãzinha said, on 05/03/2012 at 8:28 pm

    Querida Andréia,

    É muito bonita a forma que escreve, respeitando o seu corpo e a possível concepção de uma criança.

    Espero que compreenda que as regras do MOB são prudentíssimas com respeito à prevenção de uma
    gravidez, por isso se diz que no início do período fértil, com a mudança do PBI, é necessário se abster
    de relações sexuais. Assim, uma vez que essas regras sejam quebradas, já não podemos afirmar que
    “provavelmente você não está grávida” porque uma concepção pode SIM ter acontecido.

    De qualquer modo, em casais com dificuldade para engravidar (o que não é o seu caso), as probabilidades de uma concepção acontecer são maiores quando a mulher tem relações sexuais com o esposo em dias
    mais próximos do ponto Ápice de fertilidade. Em números, realmente, não sei dizer a taxa, mas se quiser obter esse tipo de informação, pode mandar um e-mail para a Sra. Heloísa Pereira, que é a presidente do CENPLAFAM, representante do WOOMB no Brasil. Ela está sempre estudando e se atualizando sobre o assunto e desenvolve o trabalho de expansão do método no Brasil:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Mas, fique tranquila. O que for melhor para você, o santo Deus vai providenciar.

    A paz de Cristo,

    Irmãzinha

  66. Vanessa Guevara said, on 28/03/2012 at 10:27 am

    Bom dia,

    Por favor gostaria de saber onde posso fazer o curso do MOB aqui na cidade do Rio de Janeiro. Liguei para os números do Instituto Pro-Familia mas ninguém atende.

    Alguém sabe de algum contato, de alguma enfermeira que ensine ou se talvez posso escrever para a Sra Heloisa Pereira.

    Estou usando as anticocepcionais e por esse motivo não estou comungando e isso me doi muito, por isso quero fazer o curso, para poder obedecer as leis do nosso santo pai.

    Muito Obrigada

  67. irmãzinha said, on 30/03/2012 at 4:08 pm

    Vanessa,

    Você pode ficar à vontade para escrever para a Sra. Heloísa Pereira. Ela conhece instrutores
    de todo o Brasil e pode lhe repassar um contato do Rio de Janeiro. Os e-mails dela estão
    disponíveis em outras respostas de leitoras do blog.

    Realmente, eu tentei ligar para os números do pró-família do Rio de Janeiro e parece que há
    problemas. Mas liguei para o Família de Nazaré (3495-5283) e eles informaram que vai ter um
    curso dia 16.06.2012 no segundo andar do edifício Paulo II que fica na Rua Benjamin Constant,
    número 23 – Glória.

    Consegui informações de um casal que faz palestras na Paróquia do Bom Jesus (2560-3618)
    e dão orientações sobre o método, vou lhe passar o telefone deles por e-mail.

    Não desista de usar o método.

    Que Deus lhe ajude,

    Irmãzinha

  68. jacquelinefreire said, on 19/04/2012 at 2:32 pm

    Tb gostairia do acompanhamento de vcs via internet….Estou começando a me inteirar do método agora.

  69. irmãzinha said, on 20/04/2012 at 11:50 am

    Jacqueline,

    Estamos aconselhando agora as pessoas a entrarem em contato direto com o CENPLAFAM que conhece instrutores por todo o Brasil e pode orientar melhor nesse sentido.

    O site do CENPLAFAM é: http://www.cenplafam.com/

    Telefone do CENPLAFAM é: 011-3889-8800

    A Heloísa, que é a presidente do CENPLAFAM, atende nos endereços eletrônicos a seguir:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Encontrei na internet, não sei se é de todo válido, a disponibilização de nome e telefone de alguns instrutores espalhados pelo Brasil:

    Orientadores na região Sudeste do país (São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais):

    http://gentedefe.com/tina/relacao-de-instrutores-do-mob-regiao-sudeste/

    Orientadores na região Norte-Nordeste do país (Amazonas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Alagoas, Bahia):

    http://gentedefe.com/tina/relacao-de-instrutores-do-mob-regiao-norte-e-nordeste/

    Orientadores na região Sul e Distrito Federal (Paraná, Rio Grande do Sul, Distrito Federal):

    http://gentedefe.com/tina/2009/11/26/relacao-de-instrutores-do-mob-regiao-sul/

    Espero que tenha ajudado.

    Irmãzinha

  70. Ana Vitória said, on 21/04/2012 at 9:36 pm

    Irmãzinha,

    Gostaria de agradecer pela iniciativa de divulgar este método tão eficaz e santo. Estou noiva a 11 meses e irei me casar em dezembro deste ano 2012. Sempre ouvia falar sobre o método de billings, mas somente no final do ano passado estou procurando me aprofundar. Meu noivo e eu vivemos a castidade desde o início do nosso namoro e nos decidimos por utilizar o método em nosso casamento assim que noivamos. Observar o meu corpo tem sido algo tão novo para mim! Vejo a perfeição do amor de Deus ao observar os detalhes no meu ciclo menstrual. Sinto que meu noivo e eu não poderíamos escolher outro método, pois verdadeiramente eu seremos um só e este olhar de zelo em relação ao corpo e ao sistema reprodutor um do outro é algo tão puro e belo que verdadeiramente só pode ser vivido quando duas pessoas vivem unidas pelo sacramento do amor, o matrimônio.

    Mais uma vez obrigada pelo seu sim irmãzinha.

    Tenho muitas dúvidas, pois ainda não tive a oportunidade de falar com ninguém que realmente entendesse com propriedade do assunto, mas li o texto e todos os comentários e já enviei um email para Heloísa e para o CENPLAFAM e creio que serei bem orientada.

    Fica com Deus,

    A Paz de Jesus e o amor de Maria.

  71. irmãzinha said, on 23/04/2012 at 11:59 am

    Prezada Ana Vitória,

    Fico muito feliz pelo seu comentário. Devemos fazer o possível para que os católicos percam o medo de viver os preceitos que a Santa Igreja ensina. O método de Billings ajuda nesse sentido em que muitos não têm problema algum de consciência, mesmo utilizando os anticoncepcionais orais, DIU’s e até pílula do dia seguinte. Temos de refletir, de nos esforçar para fazer o que é certo, mesmo que nem sempre seja fácil. Agora, que está tão perto de casar, procure uma boa orientação porque o CENPLAFAM apenas indica orientadores cadastrados, oficiais, para ajudar no uso do método. É necessário que até o fim do ano, antes do casamento, já inicie suas anotações, gráficos e observações para, com mais segurança, utilizar o método no Matrimônio com eficácia.

    Espero que consiga!

    Fique com Deus,

    Irmãzinha

  72. Ana Vitória said, on 23/04/2012 at 4:05 pm

    Obrigada irmãzinha, obtive resposta prontamente do CENPLAFLAN e Heloísa logo encaminhou o meu email para a Lucinha, que é instrutora do método aqui em Fortaleza. Já tenho o email, telefone, endereço e o dia do atendimento.

    Estou muito feliz,

    Deus está providenciando tudo, sou muito grata a Ele.

    Deus a abençoe,

    Ana Vitória.

  73. Iolanda Lopes said, on 03/06/2012 at 2:11 am

    Interessante: nós dizemos que colocamos tudo nas mãos de Deus e na questão da natalidade nós não colocamos. “Deus vc cuida de toda minha vida, mas nesta aqui (filhos) eu cuido, pq nao confio no Senhor”. Assim estamos fazendo. Na minha opinião os casais não deveriam pensar em “evitar” filhos. Deus é quem deve decidir qtos filhos um casal deve ter. A Bilbia diz: casai e multiplicai. Os casais de hoje querem casar e ter 1 filho. Isso é a vontade de Deus? Não tem que ficar pensando, pesquisando, tomando pílula, usando método nenhum pra não ter filhos. Pq essa parte não se coloca na mão de Deus? Esse é o que Deus que vcs confiam? Se confiam mesmo vivam um casamento pleno, sem se preocupar em ovulação, dia ápice, dia não ápice. Todos os depoimentos relatados não são de mulheres que deixam Deus realizar a vontade dEle, mas sim os casais fazem a vontade deles, inclusive evitando filhos. Vocês acreditam que filhos são bênçãos? Ou vcs que devem decidir qtos filhos vcs vão querer? Se vcs não sabem, muitas mulheres da Biblia nao tiveram filhos, pq Deus nao quis. E as que tiveram 10 filhos foi pq Deus assim quis. Vcs nao estão seguindo Deus e sim seguindo homens que inclusive estão trabalhando para que haja controle de natalidade. Se vcs nao sabem os cristãos controlam a natalidade e as mulheres mulçumanas nao fazem controle de natalidade. Os mulçumanos irão dominar o mundo, pq os cristãos nao poderão ter filhos, netos cristãos. Pois eles estão reduzindo seus filhos cada dia, e será um monte de cristão a menos no mundo. Se isso nao mudar de forma extremamente rápida o Brasil tbem se tornara um pais de mulçumanos. Pq vcs nao deixam Deus decidir qtos filhos vcs deveriam ter? Espero que minha opinião seja colocada para que estas mulheres deixem Deus ser o Senhor das suas vidas. Senhor é isso, o que decide, o que escolhe. Vcs estão sendo senhores da vida de vcs e achando que estão seguindo Deus.

  74. irmãzinha said, on 05/06/2012 at 1:52 am

    Prezada Iolanda Lopes,

    Espero que case e tenha muitos filhos, o que não deixa de ser uma missão árdua e abençoada quando é feita na vontade de Deus.
    O blog não prega que a mulher deva usar o método de billings de modo calculado, interesseiro, mas que, por razões justas, assim o faça, já que é o único método eficaz e natural existente hoje, o qual a Santa Igreja não condena.
    Não é prudente jogar pedras para todos os lados e julgar a intenção das pessoas que vêm buscar orientação sobre o Método de Billings, simplesmente porque você não sabe o contexto da vida delas. Você não sabe se possuem saúde para ter outros filhos sem risco de morte. Você não sabe se o dinheiro está tão apertado a ponto de não terem condições de ter outro filho. Você não sabe o tamanho da casa em que residem.Você não sabe se o orçamento é tão curto que, muitas dessas mulheres, acabam precisando trabalhar para aumentar a renda da família. Você não sabe absolutamente nada da vida dessas pessoas, então, não as julgue.
    Que Deus abençoe sua família e que ela seja um exemplo de verdadeira caridade cristã. Famílias numerosas e bem educadas, com mães presentes nos lares e pais trabalhadores dão, realmente, bons frutos se guiadas na confiança em Deus que é Pai.

    Atenciosamente,

    Irmãzinha

  75. Alessandra said, on 27/06/2012 at 9:57 am

    Bom dia Irmãnzinha,
    Quero partilhar a minha experiência com o MOB. Meu nome é Alessandra sou casada à 8 meses, conheci esse método através de livros e pelo material disponível na internet, antes mesmo de começar a namorar meu esposo, já fazia as observações e anotações no gráfico. E quando começamos a namorar (meu esposo e eu) propus a ele que conhecesse o metodo billings, fui explicando ,conversando, pois tinha o propósito de usar o MOB quando casassemos, posso afirmar que ele entendeu, aceitou e hoje casados graças à Deus fazemos esta experiencia maravilhosa com o método billings, entendemos que é um presente de Deus para nós, pois favorece o diálogo, aprendemos novas maneiras de expressar amor além do ato sexual, temos conhecimento da fertilidade e é algo natural.
    O material disponível na internet me ajudou muito, pois na minha região não conheço instrutores, até fiz acompanhamento com instrutores por email o que também foi válido.
    Peço a Deus pela intercessão da Virgem Maria, que muitos casais façam a experiência com o método billings e que também seja mais divulgado.
    Agradeço também o seu trabalho de ajudar e orientar as pessoas que querem conhecer o MOB, peço suas orações para que Deus nós ilumine e abençõe ,pois pretendemos no início do próximo ano planejar a gravidez coma intercessão de Nossa Senhora.
    Abraço fraterno,
    Alessandra.

  76. Elaine Cristina Lima said, on 30/06/2012 at 9:33 pm

    Irmãzinha…
    Lendo alguns comentários acima notei que uma jovem tinha dúvidas em relação ao MOB durante
    a amamentação. E vc disse que lhe enviaria alguma coisa sobre o assunto (Através do seu e-mail iremos mandar uma apostila sobre como usar o Método de Billings durante a gravidez e também outras informações sobre instrutores bem competentes que possam lhe auxiliar via e-mail.)

    Estou amamentando e fazendo o MOB e também tenho dúvidas e onde eu moro não há instrutor.
    Por gentileza vc poderia me envia essa apostila. Desde de já agradeço. (ellaynecris@gmail.com)

  77. Elaine Cristina Lima said, on 30/06/2012 at 9:35 pm

    Irmãzinha…
    Lendo alguns comentários acima notei que uma jovem tinha dúvidas em relação ao MOB durante
    a amamentação. E vc disse que lhe enviaria alguma coisa sobre o assunto (Através do seu e-mail iremos mandar uma apostila sobre como usar o Método de Billings durante a gravidez e também outras informações sobre instrutores bem competentes que possam lhe auxiliar via e-mail.)

    Estou amamentando e fazendo o MOB e também tenho dúvidas e onde eu moro não há instrutor.
    Por gentileza vc poderia me enviar essa apostila. Desde já agradeço. (ellaynecris@gmail.com)

  78. Fernanda Gutierrez said, on 13/07/2012 at 1:41 pm

    Olá! Bom dia! Como consigo uma instrutora? Moro em Itajuba-MG. Meu email eh: fernanda.veloso@bol.com.br
    Tenho algumas duvidas. Obrigada.

  79. edna gomes felicio said, on 17/07/2012 at 11:10 pm

    também estou amamentando e gostaria de saber como utilizar o método biling neste caso. desde já agradeço

  80. edna gomes felicio said, on 17/07/2012 at 11:11 pm

    Lendo alguns comentários acima notei que uma jovem tinha dúvidas em relação ao MOB durante
    a amamentação. E vc disse que lhe enviaria alguma coisa sobre o assunto (Através do seu e-mail iremos mandar uma apostila sobre como usar o Método de Billings durante a gravidez e também outras informações sobre instrutores bem competentes que possam lhe auxiliar via e-mail.)

    Estou amamentando e fazendo o MOB e também tenho dúvidas e onde eu moro não há instrutor.
    Por gentileza vc poderia me envia essa apostila. Desde de já agradeço.email: egfelicio@ig.com.br

  81. irmãzinha said, on 30/07/2012 at 12:39 am

    Prezadas amigas,

    O e-mail de todas com o envio de material sobre amamentação já foi respondido. Espero que tenha sido útil.
    Fiquem com Deus,

    Irmãzinha

  82. Alice said, on 31/07/2012 at 10:07 pm

    Boa noite, eu estou fazendo um trabalho escolar a respeito desse método e gostei muito do slide por ser bem direto e simples, e gostaria de perguntar se eu poderia usá-lo como parte de minha apresentação. Pretendo dar os devidos direitos autorais e divulgar o link. Eu irei apresentar para uma turma de ensino médio, e quero fazer algo interessante e de fácil compreensão, e seu slide é realmente único! Eu pesquisei e não há nada de melhor qualidade. Caso a senhora me permita, poderia mandar-me um e-mail com seu trabalho?

  83. irmãzinha said, on 03/08/2012 at 8:05 pm

    Olá Alice,

    Esse roteiro foi elaborado pela falecida Irmã Marta Bering, foi realizado apenas alguns acréscimos coletados no site da WOOB, onde se encontra dados oficiais sobre a instrução do Método Billings. Você pode ficar à vontade e realizar a palestra nessa escola. Você pode copiar essa projeção clicando na palavra linkada “método_de_billings” que está escrita na primeira linha logo abaixo da projeção, que é a primeira linha do texto abaixo dos slides. Espero que tenha ajudado!

  84. Michele said, on 13/09/2012 at 9:01 pm

    Boa Noite!! Sou casada a 4 anos e faço uso do metodo neste mesmo período, primeiro eu aprendi o do Pró Familia e a 4 meses aprendi o método mais atualizado do CENPLAFAM. Ainda não engravidamos por questões financeiras.Teve um comentario acima de uma pessoa julgando que quem não tem um monte de filhos não confia em Deus.Por acaso seria conveniente eu ter uns 10 filhos e deixa-los morrerem de fome, sem casa? Eu confio em Deus e quero ter quantos filhos ele assim permitir. Mas Deus não me julga, Ele me dá o dicernimento,estou aberta a vida sim. mas cada coisa tem seu tempo e sua hora.Para quem não sabe o método é para engravidar( Método de Ovulação Billings) só que podemos espaçar.
    Vamos a pergunta?! Mesmo na gravidez eu tenho que continuar fazendo anotações?
    Obrigada!!
    Desculpe o desabafo!!!

  85. irmãzinha said, on 14/09/2012 at 1:06 am

    Olá Michele,

    Boa Noite. Realmente, é um pouco complicado julgar as pessoas por não terem 10 filhos. Antes, que sejam julgadas pela educação física, espiritual, intelecutal e moral que dão aos que possuem. Quanto à sua pergunta, não é necessário fazer anotações durante a gravidez. O que é necessário mesmo é curtir essa fase em que seu filhote cresce na sua barriga:).Gráficos mesmo só depois que o sangramento do lóquio parar no pós parto.

    E parabéns pelo uso do método. Siga firme!

  86. Larissa Arruda said, on 21/09/2012 at 3:10 pm

    Olá boa tarde! Sou noiva faz 9 meses. Desde muito novinha vou às palestras da Igreja Católica e nunca me esqueço de uma que eu fui que falou sobre relacionamento: da forma que o casal deve viver em Deus. E decidi que viveria isso. Eu e meu noivo estamos buscando informações sobre o método de billings porém temos ainda muita dúvidas, apesar de ter adquirido dois livros (ENSINANDO O MÉTODO DA OVULAÇÃO BILLINGS PARTE 1, E PARTE 2), e sei que tem bastante informações sobre este método. Eu moro em Cuiabá-MT, e quero fazer um curso sobre o método de billings URGENTE…. pois vamos casar no ano que vem e já temos que estar preparados.

    Se alguém tiver alguma informação de um curso aqui na minha cidade,
    por favor, vou aguardar as informações.

    Abraços

  87. irmãzinha said, on 10/10/2012 at 2:17 am

    Larisse,

    Perdoe-me pela demora. Mas em Cuiabá não sei como posso ajudá-la. A única pessoa que pode lhe ajudar é a coordenadora do CENPLAFAM, a enfermeira Heloísa Pereira. Em outras respostas, exponho o e-mail dela. Entre em contato e pergunte se há instrutores em Cuiabá e em qual Estado mais próximo será realizado o curso do Método de Billings. Pergunte se pode adquirir DVD’s mais baratos com a explicação e palestras sobre o método. Não desista de conseguir, desde já, uma instrução para conhecimento de fertilidade antes do casamento, mesmo que seja pela internet e com um instrutor credenciado ao CENPLAFAM.

    Fique com Deus!

  88. Daniele said, on 19/11/2012 at 2:14 pm

    Boa Tarde irmãzinha. Também tive ótimas experiências com o MOB e hoje carrego um fruto deste método que é minha primeira filha. Gostaria muito de receber este material (apostila sobre como usar o Método Billings durante a amamentação), pois quero continuar vivenciando este método e tenho dúvidas após a gestação.Desde já muito obrigada e que Deus lhe fortifique para sempre ser divulgadora desta missão.

  89. irmãzinha said, on 20/11/2012 at 10:20 pm

    Olá Daniele,

    Repassei a apostila para seu e-mail, espero que ajude.

    Fique com Deus!

  90. Talita Amado said, on 10/12/2012 at 3:33 pm

    Oi! tive meu segundo bebê há 45 dias e queria maiores informações sobre como continuar utilizando o método agora, pois já utilizava antes, já aprendi a reconhecer meu período fértil, inclusive esta 2ª gravidez foi planejada através do método billings, estou amamentando, tive sangramento até uns 30 dias após o parto e ainda não observei nenhuma mudança. se possível gostaria de também receber sua apostila. obrigada.

  91. SIVANE MARQUES MENEZES said, on 12/12/2012 at 10:25 am

    Ola!Meu nome é Sivane sou de minas gerais gostaria de uma orientação.Conheci o método billings e queria saber quais as chances de engravidar com ele.Tenho 39 anos estou casada a 16 anos , temos uma filha de 8 anos a 4 anos estamos tentando engravidar e não conseguimos,fiz uso de anticoncepicionais durante 5 anos antes de engravidar, a gravidez veio depois de + ou – 1 ano e meio tentando,voltei a usar os métodos artificiais por mais 4 anos, fiz exames médicos a única coisa que fiquei sabendo é que possívelmente entrarei na menopalsa precose e que teria que apressar a gravides ,meu ciclo varia entre 27,28,29,30 e 31 dias e me receitaram um medicamento INDUX ,comprei mas não tive coragem de tomar devido as prováveis reações e me sinto como se minha fé fosse pouca no DEUS que me resgatou de novo pro seus braços é como se eu estivesse dando um passo para trás,estou tentando caminhar com a igreja .Gostaria de uma orientação o método pode me ajudar ?A intervenção do medicamento é indicado e aceito pela igreja? Já li algumas coisa sobre o método vi gráficos mas estou perdida.Obrigada e fiquem com DEUS.

  92. irmãzinha said, on 12/12/2012 at 5:33 pm

    Talita,

    Já repassei a apostila há algum tempo e espero que ajude muito.

  93. irmãzinha said, on 12/12/2012 at 5:44 pm

    Sivane,

    Oriento todas as pessoas que vêm ao blog a entrarem em contato com o Cenplafam porque eles têm todos os melhores orientadores cadastrados por região para auxiliarem com mais eficácia o uso do método. Em outras respostas, existem os dados da Heloísa (e-mail) e você pode entrar em contato com ela (não deixe de fazer isso).

    Até onde sei, salvo engano, a Igreja não condena o uso de indutores para ovulação a fim de que os casais que pretendam ter filhos engravidem (o que é condenado é a inseminação artificial e a fertilização in vitro). No entanto, ao tomar indutores de ovulação, você pode ovular mais de um óvulo e engravidar de dois bebês de uma vez…

    Se deseja utilizar o Método de Billings para engravidar, terá de ficar, mesmo assim, alguns dias em abstinência, possivelmente 15 dias, para conhecer o seu ciclo e os dias mais férteis. Deverá anotar, todos os dias, ao final do dia, o que sente na vulva (sem realizar nenhum tipo de toque) e, vendo muco, descrever sua aparência. O seu esposo também precisa se “guardar” para os seus dias mais férteis. De preferência, no dia Ápice e nos dias seguintes a ele.

    Se for da vontade de Deus, terá outro filho e venha nos contar a novidade! De qualquer forma, não se desespere e aceite a vontade do Senhor.

  94. irmãzinha said, on 17/12/2012 at 7:23 am

    Aviso: amigas, a Apostila de Amamentação que eu sempre repassava por e-mail está publicada na Parte II do texto sobre o Método! Espero ser muito útil a todas!

  95. Maryane said, on 26/02/2013 at 5:39 pm

    Eu queria fazer uma pergunta
    Quanto custa para fazer o Metodo de Ovulação de Billings?

  96. irmãzinha said, on 27/02/2013 at 12:29 am

    Querida Maryane,

    Não custa nada! Nem em termos de orientação para uso, nem em termos de utilização do mesmo durante a vida reprodutiva (só vai depender de suas observações pessoais!). Se quiser orientação para uso do método, entre em contato com o CENPLAFAM e fale com a Enfermeira Heloísa Pereira, que é a presidente do WOOMB no Brasil.

    Fique em Paz!

  97. Nana said, on 02/04/2013 at 10:50 am

    Prezada Irmãzinha,

    Sou casada há 3 anos e utilizava pílula. Há um ano, parei de tomar o contraceptivo, pois desejamos muito ter nosso primeiro bebe. Embora todos os exames estejam normais, até hoje não consegui engravidar, pois meu ciclo é muito irregular. Minha irmã conheceu o MOB no curso de noivos, do qual participou recentemente, e me recomendou buscar maiores informações sobre o método. No entanto, como meu marido e eu não somos católicos, fiquei sem graça de entrar em contato com o orientador do curso, para pedir aconselhamento.

    Existe alguma forma de aconselhamento online? A senhora acha que existe algum problema em procurarmos o orientador do curso, mesmo não sendo católicos?

    Muito obrigada e que Deus a abençoe!

  98. irmãzinha said, on 02/04/2013 at 11:54 pm

    Prezada Nana,

    Acho que não terá problemas em procurar um orientador para conseguir uma gravidez. A Heloísa costuma ser bem solícita.

    De qualquer forma, indico a você que compre três DVDs-Palestra sobre o Billings na Canção Nova e que se referem ao assunto que deseja: engravidar. São palestras de alto nível dadas pelas australianas que são as presidentes oficiais do método no mundo. E tudo é muito didático.

    Cada DVD custa só R$ 10,00. O tempo de duração é de cerca de 1h.

    Para conhecer as regras gerais do método, adquira essa introdução:

    http://loja.cancaonova.com/products/6799-dvd-palestra-introducao-objetivos-do-curso-ciencia-e-mob-revisao

    Para saber quais os requisitos para a fertilidade:

    http://loja.cancaonova.com/products/6789-dvd-palestra-requesitos-para-a-fertilidade

    As regras para conseguir engravidar:

    http://loja.cancaonova.com/products/6790-dvd-palestra-conseguindo-engravidar

    Se está tudo normal com os dois, o que é ótimo, você deve conhecer o seu ciclo para ter relações justo no período de maior fertilidade. Algumas mulheres tem pouquíssimo tempo de fertilidade, apenas algumas horas em certos casos. Por isso, quando você conseguir perceber uma sensação de fertilidade que costumamos denominar de escorregadia, não pense duas vezes e busque o seu esposo porque esse será o momento. Há pessoas que, para tanto, saem até do trabalho… Mas você precisa também está relaxada. Porque o Stress, a tensão, tudo isso dificulta a ovulação. E, mesmo tendo essa alta sensação de fertilidade, se não relaxar, pode não engravidar, porque sua ovulação pode atrasar devido à tensão.

    Para que conheça seu ciclo, deve fazer registros iniciais em abstinência. E isso vai durar pouco tempo: de 15 a 30 dias. Depois, no próximo ciclo, aplicará as regras para engravidar porque já vai saber o que indica fertilidade e o que não indica fertilidade. Seu esposo também deve se “guardar” para os seus melhores dias de fertilidade que ocorrem quando você consegue se sentir escorregadia que é uma sensação de lubrificação intensa na região vulvar. As usuárias do MOB do Peru definiam essa sensação como aquela semelhante a um peixe que se deseja pegar, mas não se consegue, porque ele escorrega entre suas mãos.

    Espero ter ajudado. Fique com Deus.

  99. Fernanda said, on 10/04/2013 at 12:07 pm

    Bom DIa!!!
    Meu nome é Fernanda e uso pílula há 11 anos, e gostaria de parar, achei bastante interessante este método.
    Já li na internet vários artigos a respeito, mas gostaria de participar de uma palestra. Vcs indicam algum lugar no RJ???
    Desde já agradeço a atenção.

  100. irmãzinha said, on 10/04/2013 at 2:45 pm

    Olá Fernanda,
    Bom Dia!
    Fico muito feliz por ter se interessado pelo Método de Ovulação Billings. Seja perseverante na busca de informações! Temos um link com informações sobre instrutores do método no Rio de Janeiro: http://www.institutoprofamilia.org.br/. Procure entrar em contato com eles.
    Outros números que podem repassar informações de possíveis palestras no seu Estado:
    Família de Nazaré (3495-5283) e Paróquia do Bom Jesus (2560-3618).
    Uma boa sugestão são as palestras com as australianas (com tradução para o português ao vivo) que estão disponíveis no site da Canção Nova. Cada palestra custa apenas R$ 10,00 e leva cerca de uma hora para ser concluída. Elas são bem didáticas e passam informações muito proveitosas.
    No seu caso, devido à utilização da pílula, aconselho:

    Introdução para entender as regras do método:

    http://loja.cancaonova.com/products/6799-dvd-palestra-introducao-objetivos-do-curso-ciencia-e-mob-revisao

    Como identificar a fertilidade:

    http://loja.cancaonova.com/products/6720-dvd-palestra-identificando-a-fertilidade

    Ovulação atrasada:

    http://loja.cancaonova.com/products/3611-dvd-palestra-ovulacao-atrasada

    Variações no ciclo:

    http://loja.cancaonova.com/products/6786-dvd-palestra-variacoes-do-ciclo

    Normalmente, quem faz uso da pílula, passa um tempo para regularizar os hormônios e, por isso, tem variações no ciclo, com ovulações atrasadas.

    Você também pode entrar em contato com a Heloísa do CENPLAFAM, pois ela conhece instrutores de todo o país. Poderá lhe indicar alguém do Rio de Janeiro para lhe orientar e lhe acompanhar até ter o pleno conhecimento de como o seu corpo funciona em relação à fertilidade e infertilidade.

    Os contatos da Heloísa estão disponíveis em outras respostas, além de ser possível contactá-la através do site do CENPLAFAM, onde na nossa lista de links há o endereço-web disponível.

    Fique com Deus!

  101. Julliana de Jesus Vieira Rodrigues said, on 20/05/2013 at 10:05 am

    Meu nome e Julliana tenho 19 anos sou casada na igreja católica ..e gostaria de orientação para eu começar a usar o método bilings tenho duas filhas uma de dois anos e outra que vai fazer um ano agora dia 31..e gostaria de dar um intervalo maior dessa vez pois ainda não estamos preparados para um terceiro filho e gostaria de ser orientada …pois não uso nenhum método contraceptivo. agradeço desde já!

  102. Ana Karolina said, on 22/05/2013 at 1:15 am

    Olá Irmã, meu nome é Ana, tenho 21 anos e sou casada há 1 ano e meio. Eu e meu esposo temos muita vontade de ter um bebê, porém estou no meio da faculdade e moramos longe de nossos pais e temos medo de não termos com quem deixar nos dias de aula… Seria errado pensar dessa forma?
    Queríamos deixar de tomar a pílula, pois sabemos que não é essa a vontade de Deus, porém tenho medo de parar e engravidar…
    Será que consigo fazer o método sem um instrutor, pois na minha cidade não tem nenhum…
    Estou com muita vontade de fazê-lo mas tenho medo….
    Desde já agradeço Irmã!!!

  103. Gabriele volpe said, on 22/05/2013 at 6:10 pm

    Olá Meu nome é Gabriele sou membro da Comunidade Cenáculo Imaculado Coração de Maria em Franca-SP gostaria de saber se eu consigo um monitor aqui em Franca-SP ou até mesmo fazer um curso para ajudar nossos membros a fazer corretamente o método.
    Deus abençoe.

  104. Cristina Silva said, on 24/05/2013 at 11:39 am

    Bom dia, gostaria de mais informações sobre o método depois da amamentação ja o faço a quase 5 anos tenho um bebe de 1 aninho.

  105. irmãzinha said, on 31/05/2013 at 9:48 pm

    Juliana de Jesus,

    Que nome bonito! Faço votos de que use o método e encontre uma orientadora. Para isso, você precisa escrever um e-mail para a Heloísa Pereira que é a presidente do CENPLAFAM no Brasil e conhece instrutores de todo o país, deve informá-la onde mora e, se não for possível alguém da sua região, ela vai indicar alguém pela internet, ou ela própria vai lhe orientar. Os contatos da Heloísa são:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Não sei se está funcionando, mas este é o telefone do CENPLAFAM: 011-3889-8800 .

    De qualquer forma, conhecimento sobre o método é sempre bom ser buscado por si também. Aconselho a leitura desse livrinho, muito didático e que custa menos de R$3,00, da Editora Paulus:

    http://www.paulus.com.br/ensinando-o-metodo-de-ovulacao-billings-parte-1_p_654.html

    Existem vídeos de cursos sobre o método que foram dados pelas australianas (e que está sendo traduzido automaticamente, muito didáticos, recomendo muitíssimo, custam apenas R$ 6,00 cada DVD – estão na promoção – com 1 hora de duração cada). No seu caso, recomendo:

    Introdução ao método:

    http://loja.cancaonova.com/products/6799-dvd-palestra-introducao-objetivos-do-curso-ciencia-e-mob-revisao

    Identificando a fertilidade:

    http://loja.cancaonova.com/products/6720-dvd-palestra-identificando-a-fertilidade

    PBI de fluxo (pode não ser o seu caso, mas também pode ser, de qualquer forma, é bom ter esse conhecimento):

    http://loja.cancaonova.com/products/3610-dvd-palestra-pbi-de-fluxo

    Ovulação atrasada (muito comum na vida de todas as mulheres)

    http://loja.cancaonova.com/products/3611-dvd-palestra-ovulacao-atrasada

    Variações do ciclo

    http://loja.cancaonova.com/products/6786-dvd-palestra-variacoes-do-ciclo

    Se comprar logo, vai gastar apenas R$30,00.

    De qualquer forma, precisa de um instrutor mesmo, todos nós. Assim terá mais confiança no uso do método.

    Fique com Deus,

    Irmãzinha

  106. irmãzinha said, on 31/05/2013 at 10:07 pm

    Querida Ana Karolina,

    Vou repetir algumas das orientações que já dei para a Juliana de Jesus. Mas, antes, vamos falar sobre seu caso. Você tem razões justas para espaçar a gestação sim. Tem todo o direito de utilizar o Método de Billings, portanto. Porém, seria melhor que encontrasse um orientador, nem que fosse pela internet. Por isso, peço que entre em contato com a Heloísa do CENPLAFAM que pode orientar você à distância ou indicar outra pessoa que o faça com a mesma competência:

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Isso porque, apesar do estudo e da leitura, o método billings é melhor compreendido quando usuários partilham experiências. O estudo também é importante (e muito). Estude sim o método. O livro que indico é esse:

    1. Ensinando o Método de Ovulação Billings (Parte I): didático, ensina as regras e o modo de realizar os registros diários das sensações e observações pessoais:

    http://www.paulus.com.br/ensinando-o-metodo-de-ovulacao-billings-parte-1_p_654.html

    Existe a Parte II que é mais complexa e, particularmente, não aconselho porque é um pouco difícil de entender. Melhor é comprar os vídeos-aulas com as australianas e que estão traduzidos oralmente para o português.

    Cada DVD tem 1 hora de duração e um tema. Custam, normalmente, R$ 10,00, mas estão na promoção por R$ 6,00.

    Alguns DVD’s aconselho para todas. Se achar que necessita de mais algum, veja o tema e escolha para si.

    Então, vamos lá:

    Introdução ao método:

    http://loja.cancaonova.com/products/6799-dvd-palestra-introducao-objetivos-do-curso-ciencia-e-mob-revisao

    Identificando a fertilidade:

    http://loja.cancaonova.com/products/6720-dvd-palestra-identificando-a-fertilidade

    PBI de fluxo (pode não ser o seu caso, mas também pode ser, de qualquer forma, é bom ter esse conhecimento):

    http://loja.cancaonova.com/products/3610-dvd-palestra-pbi-de-fluxo

    Ovulação atrasada (muito comum na vida de todas as mulheres)

    http://loja.cancaonova.com/products/3611-dvd-palestra-ovulacao-atrasada

    Variações do ciclo

    http://loja.cancaonova.com/products/6786-dvd-palestra-variacoes-do-ciclo

    Como vai deixar a pílula, deve ficar de olho nos sinais do seu corpo até sua fertilidade retornar. Não há uma regra geral para todas as mulheres, mas pode ocorrer: sangramentos que não são menstruação, ovulações atrasadas, demora para menstruar etc. Por isso é importante fazer boas anotações, estudar e ter uma orientadora nem que seja pela internet.

    Não desista que tudo vai dar certo se Deus quiser.

    Irmãzinha

  107. irmãzinha said, on 31/05/2013 at 10:10 pm

    Gabriele Volpe,

    Seria interessante entrar em contato com o CENPLAFAM, a Heloísa costuma dar formações sobre o Método por todo o Brasil e, sendo Franca, é ainda mais fácil porque o CENPLAFAM fica em São Paulo (capital):

    helop@terra.com.br

    instrutorcenplafam@gmail.com

    heloisacenplafam@gmail.com

    Não sei se está funcionando, mas este é o telefone do CENPLAFAM: 011-3889-8800 .

    Aconselho também comprar as palestras com as australianas e que estão à venda na Canção Nova, são ótimas e esclarecedoras:

    http://loja.cancaonova.com/products?page=2&q=billings&taxon_id=

    Fique com Deus,

    Irmãzinha

  108. irmãzinha said, on 31/05/2013 at 10:12 pm

    Cristina Silva,

    Você não está mais amamentando? Então, continue os registros e observe o retorno da sua fertilidade, basta aplicar as regras corretamente segundo a identificação ou não do ápice, assim como vinha fazendo por 5 anos.

    Fique com Deus,

    Irmãzinha

  109. Jessyka said, on 17/06/2013 at 11:28 am

    Bom dia,

    Só existe essa maneira que a igreja católica aceite?

    Eu não sei identificar o apice. Na verdade está tudo bem confuso pra mim nesse metodo.

  110. irmãzinha said, on 18/06/2013 at 1:51 am

    Prezada Jessyka,

    A Igreja permite o uso de métodos naturais, de continência periódica, para o espaçamento da gestação dos filhos, especialmente se há motivos razoáveis para isso. Dos métodos de continência periódica conhecidos, que fornecem orientações para a abstinência sexual no período fértil, o Método de Ovulação Billings é o mais seguro e eficaz. Para você sentir segurança na interpretação das sensações registradas diariamente no gráfico, é necessário que seja acompanhada por uma orientadora experiente. Para conseguir isso, precisa escrever para a enfermeira Heloísa Pereira, presidente do CENPLAFAM no Brasil. Ela vai indicar alguém com qualidades suficientes para lhe acompanhar. Se quiser, pode também comprar vídeos sobre o método na Canção Nova, para identificar o Ápice, um bom vídeo é esse:

    Identificando a fertilidade:

    http://loja.cancaonova.com/products/6720-dvd-palestra-identificando-a-fertilidade

    O Ápice acontece na identificação do período fértil com mudança progressiva na sensação de fertilidade. Ele é o dia de maior sensação escorregadia. A sensação escorregadia é de lubrificação intensa. Depois, ela muda drasticamente, e nessa observação por retrospectiva é que a usuária identifica que houve um ápice no dia anterior. Então, ela aplica a regra do Ápice.

    Porém, como já foi dito, é melhor e mais seguro que faça anotações verificáveis por uma instrutora credenciada ao CENPLAFAM, ela poderá lhe orientar e retirar todas as suas dúvidas.

    Não desista de ser fiel aos ensinamentos da Igreja Católica.

    Fique com Deus,

    Irmãzinha

  111. Manoela Monteiro said, on 13/07/2013 at 3:57 pm

    Boa tarde! Sou usuária do método e estou gravida do meu terceiro filho. Gostaria de uma instrutora via e-mail. Pois moro em Pernambuco(Pombos) e não há nenhuma instrutora em minha cidade. Preciso ficar crack no método, pois não posso engravidar nem tão cedo. Gostaria especialmente de informações sobre o metodo billing na amamentação. Manoela.

  112. Louise said, on 18/07/2013 at 8:33 pm

    Ola!
    Minha filha está com 20 dias e gostaria de ajuda para continuar usando o MOB. Vou começar a fazer as anotações, vocês podem me ajudar por e-mail? obrigada

  113. Mônica Cristina said, on 21/09/2013 at 11:49 pm

    Boa Noite. Faço parte da Pastoral Familiar e gostaria muito de aprender sobre o método billings, para uso e até se for possível passar para os membros da pastoral. Como pretendo engravidar no ano que vem, gostaria de parar de usar remédio. Gostaria de saber onde poderia localizar uma instrutora em São Gonçalo – RJ.

  114. Daliane Alves said, on 01/10/2013 at 2:44 pm

    Boa tarde! Publiquei um artigo sobre Método Billings na Revista Brasileira de enfermagem: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0034-71672013000400004&lang=pt
    Abraços!

  115. samara said, on 01/11/2013 at 3:46 pm

    Olá, faço acompanhamento com uma orientadora mas ainda tenho dificuldades com o PBI, não sei reconhecer a mudança de infertil p. fertil.., gostaria de ajuda se possivel.

  116. irmãzinha said, on 02/11/2013 at 10:41 pm

    Daliane,

    Parabéns pelo seu trabalho! Fico muito contente com essa pesquisa!

  117. irmãzinha said, on 02/11/2013 at 10:54 pm

    Prezadas amigas,

    Desculpem, mas não posso ajudar como principal instrutora. Vocês precisam se contactar com o CENPLAFAM, onde indicarão a instrutora mais adequada e capacitada para auxiliar cada uma de vocês.
    ——————————————————————————————————————————————-
    Samara, se quiser me perguntar alguma dúvida em particular sobre o PBI, escreve para meu e-mail que respondo. Em princípio, posso lhe dizer que o PBI é um período “estável” antes da fase fértil, que é um período caracterizado por uma mudança contínua e progressiva até atingir-se um ápice. A “arte” do MOB está nisso: identificar padrões. O Padrão de Infertilidade é aquele igual dia após dia. O Padrão de Fertilidade é o de mudança progressiva até um atingir-se um ápice, quando a sensação de escorregadia é maior, depois ocorre um declínio drástico. E, após o ápice, não há padrões porque os níveis hormonais estão altos (e nem por isso você deve deixar de fazer anotações). O PBI pode ser seco ou com fluxo. Será PBI se todo o dia for assim: um fluxo é percebido sem evoluções e a sensação também é a mesma, dia após dia, quando essa sensação mudar e/ou esse fluxo mudar, você já entrou na fase fértil. Porém, deixo um conselho: se está com dificuldades para identificar o PBI, fique em abstinência até reconhecer e aplicar a Regra do Ápice, caso seu desejo seja de espaçar uma gestação.

  118. samara said, on 04/11/2013 at 10:37 am

    Olá irmã obrigada, a senhora poderia me mandar o email p. tirar as duvidas? Abraço Deus te abençoe…

  119. Amanda said, on 23/11/2013 at 12:24 pm

    Olá meu nome é Amanda tenho 27 anos, tive bebê recentemente a um mês, tenho ovário micropolicistico, por isso tinha ausência de menstruação e dificuldades para engravidar. Minha bebê veio por um milagre, mas agora gostaria de saber no meu caso, como prevenir uma gravidez por agora? Sem menstruação? Gostaria muito de sua ajuda.

  120. irmãzinha said, on 25/11/2013 at 10:59 pm

    Olá Amanda,
    Parabéns pelo seu bebê. Aconselho que procure o CENPLAFAM para lhe orientar no uso do Método Billings. O seu caso, é claro, deve ser acompanhado também por um médico para ver como ficará a questão policística. Algumas mulheres, depois de dar à luz, regularizam o problema com os ovários. Vamos torcer para isso acontecer com você também. E, como teve bebê recentemente e deve estar amamentando, é natural que não esteja menstruada. Esse período de pós-parto é bem delicado. Se quiser entender um pouco como funciona o método durante essa fase, procure na parte II do artigo do blog a apostila sobre Billings e Amamentação, mas, com toda certeza, é necessário uma instrutora e, para isso, deve entrar em contato com o CENPLAFAM, como já disse.

  121. Julia said, on 05/12/2013 at 11:13 am

    Olá,
    Estou esperando meu primeiro bebe, previsto para 1º de janeiro de 2014. Quando me casei, meu marido e eu optamos por não usar nenhum metodo contracepitivo.
    Nós gostariamos de espassar um pouco o nascimento de nossa filha de uma nova gravidez, para que de tempo de nos organizarmos. Gostariamos de usar o método Billings, mas não sabemos como, ainda mais logo depois do parto, o que podemos fazer?

  122. irmãzinha said, on 07/12/2013 at 6:07 pm

    Júlia,

    Você pode se informar comprando palestras em DVD das australianas sobre o Método Billings e que estão à venda na Canção Nova. São palestras dividas por tema e muito didáticas. Aconselho também que entre em contato com a Heloísa do CENPLAFAM para que ela designe um instrutor capacitado que possa auxiliá-la pela internet ou mesmo lhe visitando no período pós parto.

    Fique com Deus!

  123. Karen Sandra Correa de Oliveira said, on 17/12/2013 at 6:05 pm

    Gostaria de obter orientações em como utilizar o metodo billins. Sou recem casada e gostariamos de obte-lo como metodo de vida. Pode me ajudar?

  124. Aline Maria Farias said, on 16/03/2014 at 11:16 pm

    Olá,Meu nome é Aline e estou noiva,eu e meu noivo queremos aplicar o método billins porém aqui na minha cidade não encontrei ninguém q nos possa auxiliar,já li algumas coisas a respeito mais tenho algumas dúvidas seria possível me acompanharem? Agradeço

  125. Daniel said, on 08/04/2014 at 6:48 pm

    Olá, boa noite, como faço para encontrar um instrutor capacitado para nos ajudar? Na minha cidade não tem, usamos o método durante um ano e deu certo, mas erramos e tivemos nosso segundo filho, precisamos de orientação.

  126. Valdirene Alves Gonçalves said, on 18/06/2014 at 5:12 pm

    Olá, Sou Valdirene e meu primeiro filho nasceu em 05/05/14 e usamos o método, que é muito eficaz… estou desesperada porque estou amamentando e não tenho como ver os meus sinais para não engravidar.
    O que devemos fazer?
    Eu e meu marido não temos ideia de como evitar uma gravidez agora.

  127. Samara said, on 20/06/2014 at 7:25 pm

    Oi irmã, eu novamente…Há oito meses faço o método e no mês passado descobri q estava gravida , infelizmente tive um aborto espontâneo na semana passada e agora não sei mas como prosseguir com o Método, gostaria muito de uma orientação, pq acredito q nem minha instrutora esteja segura de como orientar…por favor me ajude..Abraços Samara

  128. Marilene Carlos said, on 25/06/2014 at 10:30 am

    Bom dia eu gostari de saber como faço o metodo no periodo de amamentação faço o metodo a 6 anos minha princesa esta com sete meses e ainda nao menstruei e gostaria de fazer o método mas estou com medo nao sei como proceder, estou usando preservatico mas gostaria de continuar com o método e tenho medo de engravidar pelo fato de nao nao saber qual o meu periodo fertil por nao menstruar. Poderia me ajudar?

    Marilene Carlos

  129. Andre Loiola Trezza said, on 07/09/2014 at 5:49 pm

    Boa tarde!!

    Meu nome é André e eu e minha esposa temos 16 anos de casados, há 10anos utilizamos o método, mas agora com o nascimento da mais novo estamos um pouco apreensivos pois gostaríamos de espaçar mais a gravidez e já aconteceu da Rê engravidar 5 meses após o parto, precisávamos de uma ajuda pois nosso curso foi em 2004 eu como marido tenho dificuldade de acompanhar e gostaria de saber como poderíamos ter novidades do curso e podermos levar um vida mais na certeza, pois muitas vezes fazemos meio no duvida!!

    Meu e-mail e alotrezza@hotmail.com


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 41 outros seguidores

%d blogueiros gostam disto: