Palestras Católicas

Defesa de toda a Vida

Posted in Defesa da Vida by irmãzinha on 22/02/2009
View this document on Scribd

Para baixar a projeção Defesa de toda a Vida e vê-la em formatação organizada, clique em defesa_de_toda_vida.

O Direito à Vida é, para o ser humano, o direito fundamental. Mesmo assim, uma determinada cultura quer negá-lo, transformando-o num direito ‘incômodo’ de se defender. Mas não há nenhum direito que toque mais de perto a própria existência da pessoa! Direito à Vida significa o direito de vir à luz e, depois, a continuar na existência até a sua extinção natural: enquanto vivo, tenho o direito de viver.

(João Paulo II, o Grande, em: Cruzando o Limiar da Esperança)

Se você não sabe por onde começar no que se refere a uma palestra sobre a defesa de um organismo humano desde a sua concepção até a morte natural, a projeção Defesa de toda a vida ajuda bastante. Ela mostra uma apresentação completa dessa problemática, fundamentada cientificamente:

     1. Concepção: o início da vida de um organismo humano;

            2. Situação legal brasileira: a proteção jurídica de toda a vida;

           3. Os falsos dados sobre o número de abortos e de  taxa de mortalidade materna repassados pelos abortistas e os números reais sobre essa problemática;

            4. Situação do aborto no mundo;

5. Possíveis complicações do aborto para a saúde reprodutiva da mulher e sobre as crianças que venha a conceber posteriormente;

            6. O comércio sujo com vidas humanas que o aborto proporciona;

            7. Aspectos psicológicos decorrentes do aborto em gravidez “não desejada” e em caso de estupro: testemunhos;

            8. O respeito à dignidade do anencéfalo: uma criatura humana como nós.

Para sua inspiração, eis o depoimento da menina Lia de 12 anos que dá um show de argumentação sobre essa problemática. O “Horton” que ela se refere no diálogo é o elefantinho do filme “Horton e o Mundo dos Quem”, famoso pelo bordão: “uma  pessoa é uma pessoa, não importa o seu tamanho”. Confira:

Dóris Hipólito Pires é presidente da Associação Nacional Mulheres pela Vida e realiza um trabalho na comunidade de Nilópolis, Rio de Janeiro, onde resgata, juntamente com seu grupo, a dignidade de mulheres que vivem abaixo do nível de pobreza em risco de fazer o aborto. Veja um vídeo com seu depoimento em defesa de toda a vida, pois seu trabalho abarca  a proteção da criança gestada e da gestante sem recursos materiais:

Depois dessa palestra, você pode difundir o Panfleto Aborto e Legislação  (2 páginas) com texto sobre o desenvolvimento da criança desde a concepção até a morte natural e perguntas/respostas envolvendo a questão constitucional de proteção à inviolabilidade da vida e legislativa sobre o crime do aborto, além das referentes ao magistério da Igreja Católica sobre o assunto (baixe-o).

É importante comentar de forma minunciosa sobre os efeitos nocivos do aborto criminoso/induzido para a saúde física e psicológica da mulher e frizar que mulheres que perderam seu filho (aborto espontâneo/ não induzido) não têm culpa do ocorrido. Pense no público que estará lhe assistindo. Podem ter mulheres que fizeram o aborto e estão se arrependendo por conta da sua explanação, ou que já estavam arrependidas, mas ainda não se confessaram.  Cientificamente, o texto Aspectos Psicológicos Decorrentes do Aborto em Gravidez “não Desejada” e em Caso de Estupro, ajuda a lhe dar maior fundamentação (adquira-o aqui).

Não esqueça de falar da misericórdia de Deus pois, desde que arrependido o pecador, e finalmente confessada a culpa, ele está livre desse peso, pois o Deus de perdão ama a ovelha que retorna à Sua casa:

Sou mais generoso para com os pecadores do que para com os justos. Foi por eles que desci à Terra… por eles derramei o Meu Sangue. Que não tenham medo de se aproximar de Mim. São eles que mais necessitam da Minha misericórdia.

(Jesus revelando-se à Santa Faustina em O Diário de Santa Faustina)

Anúncios